Leia também:
X STF julga se servidor pai solteiro pode tirar licença-maternidade de 180 dias

Lula garante que não haverá teto de gastos em seu governo

Ex-presidente afirmou que não será irresponsável para "endividar o futuro da nação"

Henrique Gimenes - 11/05/2022 15h20 | atualizado em 11/05/2022 16h30

Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva Foto: EFE/Gustavo Granata

Nesta quarta-feira (11), durante um evento em Juiz de Fora, Minas Gerais, o pré-candidato do PT à Presidência, Luiz Inácio Lula da Silva, afirmou que não haverá um teto de gastos em seu governo. Ele, no entanto, disse que não pretende ser irresponsável.

A medida foi aprovada no governo do ex-presidente Michel Temer em 2016 e define um limite máximo para as despesas do governo. O objetivo do teto era evitar o aumento da dívida pública.

Ao criticar o teto, o ex-presidente afirmou que não irá endividar o futuro da nação.

– Não haverá teto de gastos no nosso governo. Não que eu vá ser irresponsável, gastar para endividar o futuro da nação, não. (…) Nós vamos ter que gastar naquilo que é necessário, na produção de ativos rentáveis. E a educação é um ativo rentável, é a coisa que dá o retorno mais rápido para que a gente possa produzir – destacou.

Lula ainda declarou que o crescimento do país é que irá derrubar os gastos.

– Quem vai derrubar o gasto em relação ao PIB é o crescimento econômico, não é o corte orçamentário. Basta a economia crescer que vai derrubar a diferença – apontou.

Leia também1 Após "esnobada", Kalil diz querer aliança formal com Lula
2 Visita de Lula em Juiz de Fora é marcada por atos pró-Bolsonaro
3 Pesquisa: Entre evangélicos, Lula cai 4 pontos e Bolsonaro sobe 9
4 Para PGE, não houve campanha antecipada em motociata
5 Cabo Daciolo diz que Lula é "frouxo", "fraco" e "medroso"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.