Leia também:
X Pazuello publica nova portaria sobre aborto em casos de estupro

Candidatura de Filipe Sabará, do Novo, é suspensa pelo partido

Legenda afirmou que apura denúncias contra ele em sigilo

Pleno.News - 24/09/2020 11h48 | atualizado em 24/09/2020 16h50

João Amoêdo com Filipe Sabará Foto: Divulgação

O conselho de ética do Partido Novo decidiu, nesta quarta-feira (23), suspender temporariamente os direitos de filiação de Filipe Sabará, candidato da legenda à Prefeitura de São Paulo.

A decisão coloca em risco a continuidade da candidatura, que já foi registrada junto à Justiça Eleitoral. Como consequência, o diretório nacional do Novo orientou o diretório municipal de São Paulo a suspender as ações de campanha até que o caso seja julgado em definitivo pelo conselho de ética. O partido afirma ter recebido denúncias que deram origem a processos disciplinares contra Sabará, mas não detalha quais são essas acusações.

Em email do diretório nacional a seus filiados, enviado na noite desta quarta-feira (23), o partido comunica que a decisão da comissão corre em sigilo e que o filiado terá um prazo determinado para manifestar sua defesa.

Nesta quarta, o Painel mostrou que Sabará retificou sua declaração de bens à Justiça Eleitoral, passando de R$ 15 mil para R$ 5 milhões. No documento que enviou em 19 de setembro, Sabará declarou R$ 15.686 em bens.

Filiados do Novo passaram a criticar o que viram como falta de transparência do candidato, que é herdeiro do Grupo Sabará, gigante da indústria química voltada à fabricação de cosméticos, com faturamento acima de R$ 200 milhões em cada um dos últimos anos.

Em retificação enviada em 21 de setembro, declarou ter, na verdade, R$ 5,1 milhões, divididos entre ações de uma empresa de cosméticos (R$ 5 milhões), aplicações e valores em conta. Na declaração original, as ações da empresa estavam avaliadas em R$ 8 mil.

Em documento enviado ao Tribunal Regional Eleitoral, o advogado de Sabará, Ricardo Stella, atribuiu a diferença de valores a “um lapso”. Na semana passada, Sabará entrou em conflito com João Amoêdo, candidato do Novo à Presidência em 2018 e principal líder do partido.

*Folhapress

Leia também1 SP: Apoio de Bolsonaro coloca Russomanno em 1º na disputa
2 Eleições 2020: Saiba quem são os candidatos a prefeito do RJ
3 Viviane Senna defende retorno das escolas: "Não agravaria"
4 Internet ironiza Joice após "campanha" na Cracolândia
5 Paes critica ação de busca e apreensão em sua residência

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.