Leia também:
X OEA destaca normalidade nas eleições no Brasil

Urnas vão sendo apuradas e Bolsonaro dispara

Ibope anuncia pesquisa de boca de urna e diz que vai ter 2 turno

Pleno.News - 07/10/2018 19h32 | atualizado em 07/10/2018 19h38

No bairro da Barra da Tijuca, no condomínio onde reside o presidenciável Jair Bolsonaro, manifestantes demonstram seu apoio. Foto: Cesar Sales/AM Press &/Images/Folhapress

Neste dia de votação para primeiro turno (7), 19 horas é o horário limite para divulgação de dados de pesquisa de boca de urna. Segundo Ibope, vai haver 2 turno para eleições presidenciais. Segundo a pesquisa, o candidato do PSL , Jair Bolsonaro tem 45% de votos válidos, enquanto Fernando Haddad do PT tem 28%. O estado do Acre foi o último da federação a ter as urnas lacradas. A pesquisa do Ibope é baseada nos primeiros votos do dia.

Até este momento, mais de 50% das urnas já foram apuradas e Jair Bolsonaro aparece com quase 50% de votos e Haddad com 26,30%, sendo os números alterados a cada momento, com Bolsonaro crescendo.

Bolsonaro tem adesão em todos as regiões, menos no Nordeste, onde Haddad tem maior percentual de votos. Quase 45% dos votos estão apurados no Nordeste. Sendo a região Sudeste e Centro-Oeste decisivas na decisão presidencial. Santa Catarina aponta 65% de votos para Bolsonaro, Rio Grande do Sul tem 43% e no Paraná 57%. No Rio de Janeiro, o segundo lugar não fica com o candidato Fernando Haddad, mas com Ciro Gomes.

No Centro-Oeste, no DF, Bolsonaro tem 58,37 % do votos válidos, seguido por Ciro Gomes. no Norte, Bolsonaro perde para Fernando Haddad apenas no estado do Pará. Embora o Acre seja costumeiramente o último estado a ser apurado, é lá que Bolsonaro tem grande adesão.

 

 

 

 

Leia também1 Daciolo vota e diz que vai para o monte comemorar vitória
2 Dia de eleição tem troca de urnas eletrônicas
3 Na China, Bolsonaro vence em primeiro turno

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.