Leia também:
X Ator Alexandre Frota é eleito deputado federal em SP

Herdeiros de políticos: Quem se deu bem e quem e deu mal?

Filhos de figurões disputaram cargos públicos para o Legislativo em vários estados

Camille Dornelles - 08/10/2018 11h57 | atualizado em 08/10/2018 15h30

Filhos de políticos: Quem foi eleito e quem se deu mal? Arte: Pleno.News

Nessas Eleições 2018, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL) bateu o recorde histórico ao receber 1,8 milhão de votos. Impulsionado pelo sobrenome do pai, ele se reelegeu em primeiro lugar. Flávio Bolsonaro (PSL), seu irmão mais novo, também foi eleito em primeiro lugar, ao Senado pelo Rio de Janeiro.

Além deles, outros candidatos se aproveitaram de suas linhagens políticas. Renan Filho (MDB), herdeiro de Renan Calheiros, foi reeleito para o Governo do Estado de Alagoas com 1.001.053 votos.

O filho da ex-candidata a vice Kátia Abreu, Irajá Abreu (PSD) se tornou o senador mais novo já eleito na história. Ele ficou em segundo lugar com 16,79% dos votos dos tocantinenses. João Campos (PSB), herdeiro do ex-governador Eduardo Campos, já falecido, foi o deputado federal mais votado da história de Pernambuco. Ele se elegeu com 460 mil votos.

DERROTAS
Alguns filhos e filhas de figurões, no entanto, não conseguiram a eleição. Foi o caso de Danielle Cunha (MDB), filha de Eduardo Cunha, Marco Antônio Cabral (MDB), filho de Sérgio Cabral, Leonardo Picciani (MDB), Marcelo Crivella Filho (PRB) e Fernando James Collor (PTC).

Leia também1 Quem é Wilson Witzel, o ex-juiz que surpreendeu no RJ?
2 Ator Alexandre Frota é eleito deputado federal em SP
3 Com resultado favorável a Jair Bolsonaro, dólar volta a cair

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.