Leia também:
X Partido é acusado de registrar candidatas sem permissão

Em campanha, Amôedo quer privatizar a Petrobras

Candidato do Novo defendeu que o livre mercado é a melhor maneira de proteger o brasileiro

Henrique Gimenes - 14/09/2018 15h51 | atualizado em 14/09/2018 15h52

João Amoêdo defende a privatização da Petrobras Foto: Reprodução/Facebook

O candidato do Novo à Presidência da República, João Amôedo, afirmou, nesta quinta-feira (13), que uma de suas propostas para o caso de ser eleito é a de privatizar a Petrobras. A declaração foi dada durante evento de campanha em São José dos Campos, São Paulo.

– Gostaria de privatizar a Petrobras e acabar com o monopólio. A melhor proteção para o brasileiro, para o consumidor em qualquer área, é ter concorrência, livre mercado. O que que acontece no Brasil é que infelizmente com determinadas amarras em vários setores você tem concentração – explicou.

O presidenciável também defendeu a necessidade de o Brasil abrir seu mercado para o mundo e comentou a parceria entre a Embraer e Boeing.

– Eu acho muito bem-vindas as parcerias globais. A Embraer, inclusive, é um exemplo disso. É uma empresa que cresceu muito em função da abertura que ela teve, de trazer componentes de fora, trazer softwares de fora, e isso foi fundamental. O Brasil hoje é um país muito fechado para o mundo – disse.

As últimas pesquisas de intenção de voto mostraram João Amôedo com 3% das intenções. Para o candidato, o resulto se explica por um “interesse genuíno” em seu partido.

– Em todos os lugares, todos os eventos que a gente tem feito oscila entre 70 e 90% das pessoas estão vindo pela primeira vez, o que mostra um interesse genuíno no partido – apontou.

Leia também1 Meirelles: "Alckmin não é um candidato competitivo"
2 Ibope: Bolsonaro tem 26%, Ciro fica em 11% e Marina 9%

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.