Leia também:
X Barroso suspende reintegrações de posse, remoções e despejos

Doria leva ‘não’ de Luana Araújo após convite para o governo

No entanto, governador de SP diz que médica ainda não recusou proposta

Gabriela Doria - 04/06/2021 13h25 | atualizado em 04/06/2021 13h49

Governador João Doria e Luana Araújo Arte: Pleno.News

O governador de São Paulo João Doria ficou impressionado com o depoimento da médica infectologista Luana Araújo à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19, na quarta-feira (2), no Senado Federal. Ele chegou a sondar Luana para auxiliá-lo no Centro de Contingência do governo do estado, mas recebeu resposta negativa.

De acordo com o site O Antagonista e o colunista Igor Gadelha, do portal Metrópoles, Doria disse a aliados que gostaria de ter a infectologista em seu governo. Doria, então, enviou uma mensagem de texto parabenizando a performance de Luana na CPI, mas, antes que pudesse fazer o convite, foi informado pela médica de que ela não tinha interesse em trabalhar na administração pública tão cedo.

Em entrevista nesta sexta (4), o governador confirmou ter feito o convite após a “brilhante” participação da médica na CPI, mas negou que ela tenha rejeitado de pronto.

– É claro que a deixei à vontade, com um tempo para pensar a respeito, mas confirmo que houve esse convite – afirmou.

Em seu depoimento à CPI, Luana Araújo fez um duro discurso contra a gestão do governo federal durante a pandemia. Ela também criticou o chamado tratamento precoce, a estratégia da “imunidade de rebanho” e a falta de vacinas.

Luana Araújo chegou a ser apresentada como secretária de Enfrentamento à Covid do Ministério da Saúde, mas acabou não sendo nomeada. Em entrevista, o ministro da Saúde Marcelo Queiroga deu a entender que seu nome não foi aprovado pelo Palácio do Planalto.

Leia também1 Bolsonaro ironiza CPI: "Avisar que não está tendo roubalheira"
2 Deputados repudiam tratamento dado à Dra. Nise na CPI da Covid
3 Gestor do Conselho de Medicina critica CPI: "Ambiente tóxico"
4 Após defender Nise, Juliana Paes diz que foi agredida verbalmente
5 Malafaia "detona" pedido de Renan Calheiros a Neymar

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.