Leia também:
X Queiroga: “Presidente Bolsonaro é grande apoiador da vacinação”

DF demite servidor que criou banheiro unissex em escola pública

Situação foi denunciada por deputado evangélico

Pleno.News - 13/01/2022 13h36 | atualizado em 13/01/2022 14h38

Servidor tentou criar banheiro unissex em escola pública do DF Foto: Reprodução/Google Street View

A Secretaria de Educação do Distrito Federal anunciou, nesta quarta-feira (12), a exoneração do servidor responsável por implementar um banheiro unissex em uma escola pública do Paranoá, que fica a 21 quilômetros do Centro de Brasília.

A demissão ocorreu depois que o deputado federal Julio Cesar Ribeiro (Republicanos-DF) denunciou a situação. Ele recorreu às redes sociais para afirmar que atuou pessoalmente para impedir a instalação do toalete multigênero destinado a alunos de uma escola pública.

– Imediatamente, [a Secretaria] determinou a readequação da escola às diretrizes da rede pública de ensino do DF, com banheiros separados para meninos e meninas. Por ter afrontado tais diretrizes, o responsável será exonerado do cargo, bem como serão adotadas as medidas administrativas cabíveis – informou a Secretaria de Educação em nota enviada ao site Metrópoles.

DENÚNCIA DE BANHEIRO UNISSEX
O deputado federal Julio Cesar Ribeiro celebrou a medida adotada pela Secretaria de Educação do DF.

– Entrei em contato com o coordenador de Ensino e [com] a secretária de Educação, para falar a respeito da instalação de banheiro unissex na Escola Classe 01 do Paranoá e pedir que tomassem providências sobre a situação. Prontamente, já tomaram providências sobre o caso – disse.

O parlamentar ainda alertou sobre a tentativa de novas medidas do mesmo gênero.

– Estamos atentos! Não iremos admitir medidas impositivas lideradas por um determinado grupo de pessoas que não respeitam o desenvolvimento psicológico de nossas crianças – emendou.

Leia também1 Vereador quer proibir banheiros unissex e multigêneros em MG
2 Deputado estadual quer proibir banheiros "unissex" em escolas
3 Filha de Tadeu Schmidt se identifica como pessoa 'queer'
4 Maricoin é a 1ª criptomoeda lançada para público LGBT
5 Datafolha: Maioria diz ser contra casais gays em comerciais de TV

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.