Leia também:
X Bolsonaro terá de voltar ao Brasil para nova cirurgia, diz médico

Deputado quer lei para impedir uso do BNDES para outros países

Ideia é alterar a Lei das Estatais para que o dinheiro brasileiro não seja usado em obras estruturais no exterior

Leiliane Lopes - 24/01/2023 22h04 | atualizado em 25/01/2023 10h36

Deputado federal Vicentinho Júnior Foto: Agência Câmara

O deputado federal Vicentinho Júnior (PP-TO) irá apresentar um projeto de lei que tem como objetivo impedir que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) seja utilizado pelo Governo Lula para financiar obras em outros países.

Segundo o parlamentar tocantinense, o projeto visa alterar a Lei das Estatais e assim vetar que o banco seja utilizado para empréstimos externos para obras estruturantes até que as obras estruturantes no Brasil estejam em dia.

– Não faz sentido investirmos fora, sem antes cuidarmos daqui! – revelou o parlamentar reeleito.

Vicentinho Júnior lista algumas obras estruturantes que precisam ser feitas a começar pelo seu próprio estado onde é preciso investir nas obras da BR-235, BR-010, BR-242, Ponte Xambioá e outras.

– Vejo o governo federal, via BNDES, querer financiar gasoduto na Argentina. Nada contra nossos vizinhos, mas a favor de continuarmos a construir e edificar nosso país. Dinheiro é como cobertor curto, “ou cobre a cabeça, ou cobre os pés”. Lembro ainda que, em outros tempos, foram esses empréstimos externos os objetos de grandes escândalos no Brasil – declarou o parlamentar no Twitter.

Leia também1 Bolsonaro terá de voltar ao Brasil para nova cirurgia, diz médico
2 AGU pede bloqueio de bens de 40 manifestantes presos no DF
3 Ex-ajudante de Bolsonaro é vetado para assumir batalhão
4 CNN Brasil se pronuncia após Gabriela Prioli anunciar saída
5 Moraes decide manter prisão preventiva de Roberto Jefferson

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.