Leia também:
X Pacheco acaba com obrigação do uso de máscaras no Senado

Deputada Alana Passos aciona MP contra filme de Gentili

Como Se Tornar o Pior Aluno da Escola mostra cenas que fazem piada com a pedofilia

Pleno.News - 14/03/2022 17h48 | atualizado em 14/03/2022 18h03

Deputada Alana Passos acionou o MP contra filme de Danilo Gentili Foto: Divulgação/Alerj/Divulgação

A deputada estadual Alana Passos (PTB-RJ) acionou Ministério Público, nesta segunda-feira (14), contra a exibição do filme Como Se Tornar o Pior Aluno da Escola, produzido pelo apresentador Danilo Gentili, com participação de Fábio Porchat. O longa se tornou alvo de repúdio após influenciadores digitais condenarem cenas que incitam à pedofilia e ao abuso infantil.

Na ação, a deputada considerou a produção “asquerosa” e “imprópria”.

– É inegável que o conteúdo do filme é impróprio para crianças e adolescentes, e que sua classificação indicativa [14 anos] é inadequada. Diante da cena impactante e perniciosa, é possível verificar até mesmo a capitulação do crime de pedofilia – apontou no documento.

A parlamentar ainda argumentou que a exibição da cena em que um adulto propõe atos sexuais para dois adolescentes é uma “afronta” à boa educação de crianças e jovens.

– A exibição do filme Como Se Tornar o Pior Aluno da Escola afronta a posição de fragilidade na sociedade da criança e do adolescente, expondo-os a situações potencialmente danosas à sua formação física, moral e mental. Inegavelmente viola o pleno desenvolvimento humano deles.

DEPUTADO QUER QUE NETFLIX RETIRE FILME DO CATÁLOGO
Nesta segunda-feira (14), o deputado distrital Rodrigo Delmasso (Republicanos) usou as redes sociais para revelar que entrou com uma representação no Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) para pedir a retirada imediata do filme Como se tornar o pior aluno da escola, da plataforma Netflix.

– Mais que desrespeito às nossas crianças, um incentivo à violência sexual contra crianças e adolescentes que tanto combatemos. Não vamos aceitar esse lixo nas telas das nossas crianças, para que pensem que isso é normal. PEDOFILIA NÃO! Fiz uma representação ao Ministério Público contra esse filme nojento e criminoso.

De acordo com informações do portal Metrópoles, no documento o parlamentar afirma que recebeu “inúmeras denúncias de pais irresignados com o conteúdo deplorável do referido filme”. Segundo Delmasso, o longa-metragem infringe o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), além de incentivar a pedofilia.

– Há um frontal desrespeito com a dignidade dos jovens, que estão a mercê de filmes com informações totalmente inoportunas e desnecessárias para seus projetos de vida, o que é repugnante! – afirmou.

– Pedofilia é uma forma doentia de satisfação sexual. Trata-se de uma perversão, um desvio sexual, que leva um indivíduo adulto a se sentir sexualmente atraído por crianças e adolescentes – apontou o deputado, na representação.

Lançado em 2017, Como se Tornar o Pior Aluno da Escola voltou a chamar atenção por ter entrado no catálogo da Netflix e apresentar cenas escatológicas retratando a pedofilia. Em uma das cenas do filme, que é baseado em um livro homônimo escrito pelo apresentador Danilo Gentili, aparece o personagem de Fábio Porchat tentando abusar sexualmente de dois adolescentes.

Leia também1 Porchat "se explica" por atuar em filme com piada de pedofilia
2 Deputado quer que filme de Gentili seja retirado da Netflix
3 Filha de Silvio Santos critica filme de Danilo Gentili: "Nojo"
4 Web cobra Silvio Santos e pede demissão de Danilo Gentili
5 Feliciano explica por que apagou elogio a filme com piada de pedofilia

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.