Leia também:
X CPI: Ministro da Justiça será convocado, diz Renan Calheiros

Datena critica Guedes: ‘Não sei por que o Bolsonaro o mantém’

Apresentador detonou gestão do ministro da Economia

Gabriela Doria - 03/05/2021 15h23 | atualizado em 03/05/2021 15h54

José Luiz Datena detonou gestão de Paulo Guedes Foto: Reprodução

No noticiário Brasil Urgente do último sábado (1º), o apresentador José Luiz Datena detonou a gestão do ministro da Economia, Paulo Guedes, durante a pandemia. Para o jornalista, Guedes não atuou em prol dos mais pobres e deixou a situação da fome no país chegar a níveis extremos.

– A pandemia só piorou [a situação da fome no Brasil], principalmente com esse Ministro da Economia. Não sei por que o Bolsonaro [o] está mantendo aí. Um Ministro da Economia que só pensa em gente rica, não pensa em gente pobre – acusou.

Datena ainda questionou o valor do novo auxílio emergencial e refutou a justificativa de que o país não tem dinheiro.

– Um ministro que dá R$ 250 de auxílio emergencial? Isso ele gasta no café da manhã com a família dele. Isso é injusto, imoral, inadequado. Como não tem dinheiro? Vocês deram R$ 30 bilhões para o Centrão fazer emendas parlamentares – disse o apresentador.

O jornalista ainda aproveitou as críticas para dar um “aviso” a Bolsonaro.

– Ô presidente, cuidado! Seu inimigo maior é quem está perto de você. Já falei [isso] umas 40 vezes. Você fica vendo inimigo em todo o lugar, [mas ele] mora com você, pertinho de você, mora aí no Planalto. Você acha que R$ 250 mata a fome do Brasil? Isso é uma pouca vergonha – disparou Datena.

Leia também1 Eduardo Bolsonaro celebra o aniversário de sua mãe na web
2 Impeachment: Lira diz não ser obrigado a acelerar análise
3 Ciro Gomes: "Lula deu pouco aos pobres e muito aos ricos"
4 Bruno Covas é intubado em UTI após sangramento no estômago
5 Governo Bolsonaro não tolera corrupção, diz Marcelo Queiroga

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.