Leia também:
X Mayra diz que não soube de falta de oxigênio em visita a Manaus

Covid: Anvisa autoriza teste em humanos com soro do Butantan

Soro é um concentrado de anticorpos contra o novo coronavírus

Pleno.News - 25/05/2021 17h45 | atualizado em 25/05/2021 18h21

Soro anticovid é desenvolvido pelo Instituto Butantan Foto: Divulgação

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou nesta terça-feira (25) o início dos testes do soro anticovid, desenvolvido pelo Instituto Butantan. Com isso, o Butantan já pode começar a aplicação do soro em voluntários da pesquisa. Esta será a primeira vez que o soro será aplicado em humanos.

A Agência já tinha dado a anuência para a pesquisa no dia 24 de março, mas mediante a assinatura de um Termo de Compromisso que previa a entrega de informações complementares que ainda não estavam disponíveis naquele momento.

A autorização foi concedida após o Butantan submeter o novo protocolo clínico com as adequações necessárias para que o estudo pudesse ser iniciado em humanos.

O soro é um concentrado de anticorpos contra o novo coronavírus e pode ser aplicado assim que o paciente apresentar manifestações clínicas da doença.

Em março, o Butantan tinha informado que o estudo clínico incluiria pacientes transplantados do Hospital do Rim e com comorbidades do Hospital de Clínicas, ambos da capital paulista. Os testes serão conduzidos, respectivamente, pelos médicos José Medina e Esper Kallas.

A avaliação da proposta de pesquisa foi feita integralmente pela Anvisa, sem a participação de outras agências estrangeiras, já que as fases iniciais de testes clínicos do soro serão feitas apenas no Brasil.

Como esta é a primeira vez que o soro do Butantan será testado em pessoas, isso exigiu da Agência uma avaliação criteriosa dos aspectos técnicos e de segurança do produto. Até o momento, o soro foi testado somente em animais.

*Estadão

Leia também1 Ao se vacinar contra a Covid aos 38 anos, Kelly Key revela doença
2 Mayra diz que não soube de falta de oxigênio em visita a Manaus
3 Menor efetividade da CoronaVac abre debate sobre revacinar pessoas com mais de 80 anos
4 Morre William Shakespeare, 1º homem vacinado contra Covid
5 Oxford supera CoronaVac, sendo a vacina mais usada em maio

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.