Leia também:
X Witzel abandona CPI ao ser questionado sobre respiradores

Conselho Federal de Medicina é contra vacinação obrigatória

Declaração foi dada pelo presidente do órgão

Pierre Borges - 16/06/2021 14h45 | atualizado em 16/06/2021 15h01

Mauro Ribeiro, presidente do Conselho Federal de Medicina
Mauro Ribeiro, presidente do Conselho Federal de Medicina Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

Nesta terça-feira (15), o presidente do Conselho Federal de Medicina (CFM), Mauro Ribeiro, posicionou-se contrário à obrigatoriedade de vacinação, pois, segundo ele, “os cidadãos brasileiros têm direito de negar [-se] a vacina”.

– As pessoas precisam ter liberdade de escolher aquilo que é mais apropriado. Cabe a entidades relacionadas à área da Saúde convencer a população de que é importante tomar a vacina – declarou Mauro Ribeiro em entrevista ao programa Pingo Nos Is, da Jovem Pan.

Ribeiro também falou sobre a necessidade de avisar os pacientes sobre os riscos inerentes aos imunizantes, mas destacou que o Conselho “é favorável à vacinação, pois é a única forma de prevenção da Covid-19”.

O presidente do Conselho Federal de Medicina também comentou sobre a obrigatoriedade do uso de máscara e sobre as medidas restritivas para conter a pandemia. Para ele, o fim da obrigatoriedade do uso de máscaras não é possível no Brasil, pois “a população não está pronta” para isso.

– Nossos dados epidemiológicos não apontam nessa direção [de afrouxar medidas de contenção da pandemia]. […] Defendemos distanciamento social, uso de máscara, não aglomeração, higiene das mãos e medidas restritivas – disse.

Leia também1 Witzel abandona CPI ao ser questionado sobre respiradores
2 Mãe de Whindersson Nunes fala sobre a saúde mental do filho
3 ButanVac: SP abre pré-cadastro para voluntários de testes
4 Serial killer do DF sacrificou vítima em ritual satânico
5 Butantan detecta 19 variantes do coronavírus no estado de SP

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.