Leia também:
X Campeã da São Silvestre de 1996 morre de Covid, aos 52 anos

Web se revolta com caso Henry e dispara: “Filho é intocável”

Polícia constatou que a mãe sabia de agressões

Pierre Borges - 08/04/2021 14h59 | atualizado em 08/04/2021 15h42

Monique Medeiros, mãe da criança, e Dr. Jairinho, padrasto, foram indiciados por homicídio Foto: Reprodução

Após a prisão do casal Monique Medeiros e Jairo Souza Santos Junior, o Dr. Jairinho, internautas se revoltaram com a brutalidade do crime e replicaram mensagens diversas questionando como uma mãe poderia permitir as agressões ao menino Henry.

Mais de 4 mil postagens no Twitter dizendo que “filho é intocável” fizeram o termo chegar aos assuntos mais comentados do Brasil, nesta quinta-feira (8).

Confira algumas declarações:

ENTENDA:
Na manhã desta quinta-feira, a polícia divulgou ter descoberto que o vereador Dr. Jairinho agredia Henry e que a mãe do menino, Monique Medeiros, sabia do caso desde fevereiro.

Em mensagens recuperadas do celular da babá de Henry, é registrado um possível momento em que o vereador torturava a criança dentro do quarto do casal.

Jairinho e Monique foram indiciados na manhã desta quinta por homicídio e tortura, e a polícia diz não ter dúvidas sobre a autoria da morte de Henry.

Leia também1 Polícia diz não ter dúvidas sobre autoria da morte de Henry
2 Jairinho e Monique responderão por homicídio e tortura
3 Babá narrou à mãe tortura de Jairinho a Henry. Veja os prints!
4 Internautas comparam caso Henry ao de Isabela Nardoni
5 Pai de Henry: "Como pode uma mãe apoiar um negócio desses?"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.