Leia também:
X Homem agride chinesas por causa de produto com defeito

Viúva é condenada por morte de embaixador grego no Brasil

Julgamento se estendeu por três dias, período em que foram ouvidas 18 testemunhas

Pleno.News - 28/08/2021 16h13 | atualizado em 28/08/2021 17h00

Embaixador Kyriakos Foto: Reprodução/Facebook/Grécia no Brasil

O Conselho de Sentença da 4ª Vara Criminal de Nova Iguaçu, na região metropolitana do Rio de Janeiro, condenou Françoise de Souza Oliveira e o policial militar Sérgio Gomes Moreira Filho pelo assassinato do embaixador grego no Brasil Kyriakos Amiridis, em 2016.

Françoise, que era casada com o embaixador, foi sentenciada a 31 anos de prisão. Moreira Filho foi condenado a 22 anos, inicialmente em regime fechado, informou o Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJ-RJ).

De acordo com o Ministério Público, Françoise tinha um relacionamento extraconjugal com Moreira Filho, com quem articulou a morte do marido.

Eduardo Moreira Tedeschi de Melo, que é parente de Sérgio, foi absolvido da acusação de homicídio, mas condenado a um ano de reclusão por ocultação de cadáver. No entanto, ele já cumpriu a pena. O julgamento se estendeu por três dias, período em que foram ouvidas 18 testemunhas. A sentença foi proferida pela juíza Anna Christina da Silveira Fernandes.

*AE

Leia também1 Marido de Urach é censurado após dizer que filho usará azul
2 Justiça proíbe Doria de vetar atos contra Bolsonaro no dia 7 em SP
3 Ex-tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, se torna réu por corrupção
4 Em Natal, Doria é recebido com faixa de "você não é bem-vindo"
5 Após demitir servidor por vídeo LGBT, prefeito será investigado

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.