Vítima do massacre em escola sonhava em ser artista

Samuel Melquíades de Oliveira, de 16 anos, fez a ilustração de um livro

Pleno.News - 15/03/2019 08h50

Samuel Melquíades de Oliveira, de 16 anos, uma das vítimas do massacre na Escola Estadual Professor Raul Brasil, em Suzano, São Paulo, ilustrou o livro Como Consertar um Coração Quebrado.

O sonho do rapaz era ser artista plástico. A obra agora representa um objeto de memória para os familiares.

– Samuel teve a oportunidade de ilustrar um livro para um amigo meu. Meu amigo veio trazer esse bonequinho, que é um personagem dele, então tem um pouquinho dele aqui – contou o pai da vítima, Gercialdo Melquiades de Oliveira, ao portal G1.

Livro ilustrado por Samuel Foto: Divulgação

O livro, escrito por Adriano Fonseca, foi publicado em julho de 2018 pela editora Scortecci.

Na descrição, o autor diz que a obra “tenta ilustrar a busca de uma criança em consertar seu coração. O coração é muito frágil, e quando quebra é difícil consertar, mas não podemos desistir. Quer descobrir como consertar um coração quebrado? Que tal aprendermos juntos?”

O corpo de Samuel foi o primeiro a ser sepultado nesta quinta-feira, às 16h. O caixão foi carregado sob aplausos. Samuel era membro da Igreja Adventista do Sétimo Dia e também fez ilustrações religiosas.

LEIA TAMBÉM+ Filho de vítima de massacre veio da China para enterro
+ Atentado terrorista na Nova Zelândia deixa 49 mortos
+ Motorista de aplicativo é morto na Baixada Fluminense


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo