Leia também:
X Tarcísio montará equipe técnica, como aprendido com Bolsonaro

‘Vi a perna dele voando’, diz mãe de atropelado por Bruno Krupp

Mariana Cardim de Lima relatou o momento da colisão que aconteceu em uma avenida no Rio de Janeiro

Pleno.News - 08/08/2022 08h15 | atualizado em 08/08/2022 11h50

Mãe de João Gabriel ao lado do filho Foto: Reprodução/Arquivo pessoal

A mãe de João Gabriel Cardim Guimarães, de 16 anos, o adolescente que morreu após ser atropelado pelo influenciador Bruno Krupp na noite do último dia 30 de julho no Rio de Janeiro, contou como foram os últimos momentos ao lado do filho, incluindo a colisão que resultou na morte do jovem. O relato foi exibido na edição deste domingo (7) do Fantástico, da TV Globo.

De acordo com Mariana Cardim de Lima, ela e o filho teriam verificado se não havia nenhum veículo se aproximando antes de atravessar a Avenida Lúcio Costa, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. Ainda segundo ela, após não visualizarem qualquer perigo, os dois seguiram. A mãe de João relatou, no entanto, que a moto do influenciador surgiu na direção dos dois em segundos.

– Não tinha nenhuma projeção de nada perto da gente, mas em segundos a moto estava em cima dele, e aí eu já perdi a noção do que que eu estava vendo – disse.

A mãe de João ainda contou os momentos dramáticos que sucederam a colisão, como o pedido de ajuda feito pelo filho para ela.

– Eu vi a perna dele voando, eu vi o meu filho estendido no chão, ensanguentado, com o olho arregalado, apavorado, me pedindo socorro. Eu comecei a gritar e pedir ajuda a todo mundo – detalhou.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Pleno.News (@plenonews)

Após ser atropelado, João Gabriel seguiu para o Hospital Municipal Lourenço Jorge, no Rio de Janeiro, onde chegou a passar por uma cirurgia, mas não resistiu. Bruno Krupp, por sua vez, está preso preventivamente na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, e responde por dolo eventual.

Apesar do acontecido, Mariana disse que não guarda rancor ou ódio de Bruno Krupp. A mãe de João Gabriel completou dizendo que seu desejo é que o influenciador “olhe para dentro dele mesmo”.

– Foi inevitável para mim acompanhar isso tudo e ver o quanto as pessoas têm ódio e rancor e raiva desse rapaz. E eu, por incrível que pareça, eu não estou com ódio desse rapaz, eu não tenho rancor. Eu desejo que ele olhe para dentro dele mesmo – completou.

RELEMBRE O CASO
Bruno atropelou João Gabriel por volta das 23h do último sábado (30), na Avenida Lúcio Costa, altura do posto 3 da praia da Barra da Tijuca. A vítima, que chegou a ser encaminhada ao hospital, onde não sobreviveu, teve uma perna decepada no momento da colisão.

O modelo, por sua vez, não tinha habilitação, e a motocicleta que pilotava estava sem placa. Testemunhas também afirmam que ele trafegava em uma velocidade muito superior ao limite da via.

Ele ainda deu entrada no Hospital Marcos Moraes, no Méier, Zona Norte da capital fluminense, no último domingo (31), após ter alta do Hospital Lourenço Jorge, também na Barra, para onde foi levado em ambulância do Corpo de Bombeiros com João Gabriel após o acidente.

Leia também1 Justiça do Rio nega habeas corpus ao modelo Bruno Krupp
2 Bruno Krupp será transferido para UPA de presídio
3 Vídeo mostra atropelamento de estudante por Bruno Krupp
4 China decide estender exercícios militares no entorno de Taiwan
5 Huck discursa a favor de carta à democracia, no Domingão

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.