Leia também:
X Câmara avalia liberar venda ao setor privado de vacina sem aval da Anvisa

Vereadores de BH aprovam igrejas como ‘serviço essencial’

Projeto ainda passará por uma segunda votação antes de seguir para sanção do prefeito Alexandre Kalil

Pleno.News - 06/04/2021 20h53 | atualizado em 07/04/2021 11h31

Vereadores de BH aprovam igrejas como ‘serviço essencial’ Foto: Reprodução

Nesta terça-feira (6), a Câmara de Vereadores de Belo Horizonte aprovou um projeto de lei que classifica templos religiosos na cidade como serviço essencial. A proposta foi aprovada em primeiro turno e ainda precisa ser votada uma segunda vez pelos vereadores.

O projeto foi proposto pelo vice-presidente da Câmara, Henrique Braga (PSDB), e determina que os templos devem seguir abertos para prestar “assistência espiritual e assistencial às comunidades religiosas”.

O texto foi aprovado com 30 votos a favor e cinco votos contrários, dados pelos vereadores Bella Gonçalves (PSOL), Duda Salabert (PDT), Macaé Evaristo (PT), Miltinho CGE (PDT) e Pedro Patrus (PT). Outros dois vereadores se abstiveram.

Após o projeto ser aprovado na Câmara em segundo turno, seguirá para sanção do prefeito Alexandre Kalil.

Leia também1 Nunes Marques defende igrejas abertas e critica hipocrisia
2 Marco Aurélio: “O novato está assanhado, está se sentindo”
3 Marco Aurélio aparece com a cabeça enfaixada após cirurgia
4 Gilmar Mendes dá 5 dias para o governo explicar uso da LSN
5 AGU nega omissão de Bolsonaro: 'Verdadeiro empenho' por vacina

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.