Leia também:
X Moro avisa que é pré-candidato ao Senado por São Paulo

Traficante foragido do AM é um dos mortos em operação no RJ

Além de condenação por tráfico de drogas, traficante também estaria envolvido com triplo homicídio no estado

Henrique Gimenes - 25/05/2022 18h07 | atualizado em 26/05/2022 09h53

Um dos mortos na operação policial realizada nesta terça-feira (24) na Vila do Cruzeiro, no Rio de Janeiro, foi o traficante Roque de Castro Pinto Junior, que estava foragido da Justiça do Amazonas (AM). De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do estado, ele chegou a ser condenado a sete anos de prisão por tráfico de drogas e ainda foi preso, em 2018, por suspeita de envolvimento em um triplo homicídio. A informação foi dada pelo portal G1.

A operação policial teve por objetivo prender chefes de uma facção criminosa que estariam escondidos na comunidade. Pelo menos 25 pessoas morreram no confronto, entre elas uma moradora da comunidade.

De acordo com a polícia, a ação teve início de forma emergencial, após as autoridades serem informadas de que o Comando Vermelho deslocaria 50 criminosos para reforçar o tráfico na Rocinha. Entre os suspeitos, estariam chefes de outras favelas do Rio de Janeiro e criminosos de outros estados, como Pará, Amazonas, Alagoas, Bahia, Ceará e Rio Grande do Norte.

Segundo a PM, os agentes foram atacados a tiros quando iniciavam a ação. Treze entre os mortos eram criminosos, e uma era moradora, que foi atingida por uma bala perdida em casa. A ação durou 12 horas e reuniu cerca de 80 agentes, em operação conjunta entre o Batalhão de Operações Especiais (Bope), da Polícia Federal (PF) e da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Leia também1 Felipe Melo responde Mônica Bergamo sobre operação no RJ
2 RJ: Traficantes pediram ajuda durante ação policial em favela
3 STF: Fachin vê operação policial no RJ com "muita preocupação"
4 Confira quem são os mortos em operação no Rio de Janeiro
5 Bolsonaro parabeniza policiais por operação no Rio de Janeiro

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.