Suzano: Saiba quem são as vítimas da tragédia na escola

Nomes e fotos revelam identidade de alunos e funcionários

Pleno.News - 13/03/2019 19h36

O massacre que aconteceu na Escola Estadual Professor Raul Brasil, em São Paulo, custou a vida de dez pessoas, entre alunos e funcionários. Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, e Henrique de Castro, de 25 anos, ex-alunos, foram os autores do crime que aconteceu por volta das 9h30 desta quarta-feira (13).

Após divulgada a identidade dos assassinos, que se mataram após a tragédia, foram revelados os nomes das vítimas. Dentro da escola, foram mortos seis estudantes, que tinham entre 15 e 17 anos de idade, e duas funcionárias.

Do lado de fora, outra vida também foi tirada pelos rapazes. Foi o caso de Jorge Antônio Moraes, dono de uma loja que ficava perto da escola, que era tio de Guilherme.

Entre os alunos mortos estão Caio Oliveira, Pablo Henrique Rodrigues, Clayton Antônio Ribeiro, Samuel Melquíades Silva de Oliveira e Douglas Murilo Celestino. Entre as funcionárias estão Marilena Ferreira Vieira Umezo, que era coordenadora pedagógica, e Eliana Regina de Oliveira Xavier, que era inspetora do colégio.

De acordo com o portal G1, informações do Censo Escolar de 2017 informaram que a escola tinha 358 alunos da segunda etapa do Ensino Fundamental e 693 estudantes do Ensino Médio. O local também abriga um centro de idiomas que, na tarde desta quarta-feira, afirmou pelas redes sociais que as aulas do restante da semana não acontecerão.

Entre os feridos estão Adna Bezerra, Anderson Carrilho de Brito, Beatriz Gonçalves, Guilherme Ramos, Jennifer Silva Cavalcanti, Leonardo Vinicius Santana, Leticia Melo Nunes, Murilo Gomes Louro Benite e Samuel Silva Felix.

LEIA TAMBÉM+ Assassino postou foto com arma minutos antes do ataque
+ Suzano: Mãe relata desespero do filho que sobreviveu
+ Merendeira fez barricada com freezer e protegeu 70 alunos


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo