Leia também:
X Bolsonaro vai a cerimônia no TST e cumprimenta Moraes

Suspeito de matar estudante confessa crime, diz delegado

Vítima teria se recusado a entregar celular ao suspeito

Pleno.News - 19/05/2022 18h46 | atualizado em 20/05/2022 10h01

Michael Douglas da Silva é suspeito de matar estudante da Unicamp a facadas Fotos: Reprodução/Facebook Mayara Roquetto Valentim // Divulgação: Polícia Civil de São Paulo

Nesta quinta-feira (19), o delegado Fabiano Antunes de Almeida afirmou que o homem suspeito de matar uma aluna da Unicamp confessou o crime com detalhes. Michael Douglas da Silva, de 28 anos, deu declarações ao ser interrogado e disse que está arrependido. As informações são do portal G1.

O crime aconteceu em São João da Boa Vista, interior de São Paulo, no último domingo. A vítima era a estudante Mayara Roquetto Valentim, de 23 anos, que levou 28 facadas.

Segundo o delegado, Michael disse que matou a jovem para roubar o celular dela. Ele ainda não tem um advogado de defesa.

– Ele viu que ela estava usando um telefone celular e foi para roubar. Ela se negou a entregar, então ele a matou. O que ele falou foi isso – contou Almeida.

O celular foi encontrado com o suspeito no momento em que ele foi preso pela Polícia Civil e o Batalhão de Ações Especiais de Polícia (Baep) da Polícia Militar de Piracicaba (SP), na quarta-feira.

O delegado disse ainda que Mayara não foi vítima de estupro.

– Falei com o médico ontem, estava tudo íntegro. Ele [suspeito] falou que abaixou um pouco as calças dela para ver se tinha mais pertences, mas ele não mexeu, não – relatou.

Leia também1 Suspeito de matar estudante da Unicamp com 28 facadas é preso
2 Aluna da Unicamp morre após 28 facadas, e amigos lamentam
3 Padrasto é preso suspeito de estuprar enteada de 12 anos
4 Cabo da PM morre após sofrer infarto durante teste físico
5 Padre abandona casamento após noivos levarem cães como pajens

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.