Leia também:
X Polícia identifica suspeito de ataque ao Porta dos Fundos

Suspeito de ataque ao Porta tem passagem pela polícia

Ele já foi detido por agredir um agente público em 2013

Camille Dornelles - 31/12/2019 13h58 | atualizado em 31/12/2019 14h04

Eduardo Fauzi Cerquise já foi detido em 2013 por agressão Foto: Divulgação/Polícia Civil do Rio de Janeiro

Eduardo Fauzi Cerquise, um dos suspeitos envolvidos no ataque à sede da produtora do Porta dos Fundos no Rio de Janeiro que foi identificado pela Polícia Civil, já foi detido por agressão.

Ele se tornou alvo de um mandado de prisão nesta terça-feira (31) e já é considerado foragido. O suspeito já foi preso em 2013 por agredir o ex-secretário de Ordem Pública do Rio de Janeiro Alex Costa. Na época, ele cometeu o crime em frente às câmeras de segurança por causa da desapropriação de terrenos na Zona Portuária da capital carioca.

CASO PORTA DOS FUNDOS
A identificação foi possível por meio de escutas telefônicas autorizadas pela Justiça. A ação encontrou dinheiro, simulacro de arma, munição, camisa de entidade filosófico-política e computadores.

O ataque chegou a ser atribuído a um grupo de imperialistas, mas a informação logo foi negada por representantes do movimento. O Porta dos Fundos foi alvo de várias críticas após o especial de Natal que mostrou um Jesus Cristo gay. Em artigo divulgado no jornal O Globo, o humorista Fábio Porchat afirmou que religião é um tema para se brincar.

Leia também1 Polícia identifica suspeito de ataque ao Porta dos Fundos
2 Malafaia desafia Porta dos Fundos com Maomé gay
3 Veja as 10 séries da Netflix mais vistas no Brasil em 2019
4 Porchat é criticado ao dizer que com religião se brinca sim
5 Porta dos Fundos perde curtidas no Facebook em 2019

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.