Leia também:
X Vereadores evangélicos: Conheça os mais bem votados

STJ nega mais um recurso de Lula sobre o caso do triplex

Ministros decidiram manter a condenação do ex-presidente

Henrique Gimenes - 17/11/2020 19h07 | atualizado em 17/11/2020 20h27

Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva Foto: Marlene Bergamo/Folhapress

Nesta terça-feira (17), o Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou mais um recurso apresentado pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Com a decisão, a Quinta Turma da Corte manteve a condenação do petista no processo referente ao tríplex do Guarujá (SP).

Foi o segundo recurso de Lula rejeitado pela Quinta Turma do STJ sobre o caso. Desta vez, os ministros analisaram os embargos de declaração.

Em abril do ano passado, o colegiado havia mantido a condenação do ex-presidente por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. No entanto, os ministros reduziram a pena imposta ao petista para 8 anos, 10 meses e 20 dias de prisão. A pena anterior ultrapassava os 12 anos.

Lula foi condenado após ser acusado de receber propinas por meio da reserva e reforma de um apartamento feita pela construtora OAS.

Após a decisão do STJ, a defesa do ex-presidente informou que “em alguns minutos o STJ julgou o recurso que interpusemos em favor do ex-presidente Lula sem efetivamente analisar as inúmeras ilegalidades existentes no processo e a injusta da condenação que foi a ele imposta. Essa situação reforça a necessidade de análise dos recursos e Habeas Corpus que já estão no Supremo Tribunal Federal sobre tais ilegalidades. Lula não praticou qualquer crime e é vítima de lawfare”.

Leia também1 Obama cita corrupção de Lula: "Propina na casa dos bilhões"
2 Lewandowski amplia acesso de Lula a 'delação' da Odebrecht
3 Ex-candidato do PT que estuprou cadela é encontrado morto
4 Moraes decreta prisão domiciliar e tornozeleira para Eustáquio
5 Barroso pede à PF que investigue ataque ao TSE no dia da eleição

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.