Leia também:
X Bolsonaro critica manchete sobre atriz baleada: ‘Está permitido culpar a vítima agora?’

Segunda fase da Operação Maria da Penha prende mais de 12 mil

Ação coordenada pelo Ministério da Justiça mira crimes ligados à violência contra a mulher

Paulo Moura - 07/10/2022 11h44 | atualizado em 07/10/2022 11h57

Operação contra violência doméstica prendeu mais de 12 mil Foto: Pexels

O Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) informou nesta sexta-feira (7) que efetuou 12.396 prisões em todo o país, em um mês, por crimes ligados à violência contra a mulher. Os dados em questão fazem parte da segunda edição da Operação Maria da Penha. O trabalho aconteceu entre os meses de agosto e setembro.

De acordo com a pasta federal, o trabalho integra o calendário de ações da Secretaria de Operações Integradas (Seopi/MJSP) voltada ao público vulnerável. A ação ocorreu nos 26 estados e no Distrito Federal com a participação de 221 mil profissionais. As prisões ocorreram por crimes como agressão doméstica e feminicídio.

O relatório apresentado pela operação também indica que 58.340 boletins de ocorrência foram registrados, e 41.600 medidas protetivas de urgência foram concedidas, requeridas ou expedidas.

Coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública desde o ano passado, a primeira edição da operação, em 2021, prendeu mais de 14 mil pessoas entre os dias 20 de agosto e 20 de setembro. O MJSP ainda informou que cerca de 127 mil mulheres foram atendidas pela ação.

Leia também1 Globo antecipa horário de debate do segundo turno
2 Paraná Pesquisas: Tarcísio lidera 2° turno em SP por 50% a 38%
3 Jair Bolsonaro chama Alexandre de Moraes de ditador
4 Tebet: "Lula menosprezou eleitor ao olhar para o retrovisor"
5 Roberto Justus declara voto em Bolsonaro no 2° turno

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.