Leia também:
X Criança tem córnea queimada após álcool em gel cair no olho

Secretário de Educação do RJ é suspeito de receber propina

Pedro Fernandes teria desviado dinheiro de contrato que fornecia óculos para alunos

Gabriela Doria - 25/07/2020 16h11 | atualizado em 25/07/2020 17h55

Pedro Fernandes é suspeito de liderar esquema de propina Foto: Reprodução

A Polícia Civil do Rio de Janeiro está investigando o secretário de Educação do estado do Rio de Janeiro, Pedro Fernandes. O indicado do governador Wilson Witzel é suspeito de receber propina.

Segundo as investigações, Fernandes liderou esquemas de desvio de dinheiro em contratos assinados com a Fundação Leão XIII. O valor dos contratos entre os anos de 2015 e 2018 chegam a R$ 66,5 milhões.

O esquema envolvia o programa Novo Olhar, que oferecia exames de vista e compra de óculos para crianças da rede estadual de Educação.

Neste período, Fernandes atuou como secretário estadual de Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Social, ainda na gestão do ex-governador Luiz Fernando Pezão. A pasta era responsável pelo programa Novo Olhar e pelos contratos.

A investigação chegou ao nome de Pedro Fernandes após apreender um caderno e um celular com Marcus Vinícius, sócio da empresa Riomix e um dos principais suspeitos do esquema.

Pedro Fernandes se disse “perplexo” com as suspeitas e negou qualquer irregularidade.

Leia também1 Prefeitura do Rio cancela festa de Réveillon em Copacabana
2 RJ: Ex-gestores do Iabas são presos por desvios na Saúde
3 Isolado, Witzel apela ao STF e tenta barrar impeachment
4 Por falta de demanda, Crivella fecha 200 leitos para Covid-19
5 Escolas particulares podem ter aulas presenciais em agosto

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.