Leia também:
X Chuva forte provoca estragos e deixa sete pessoas mortas em SC

‘Se Deus quiser’, Rio começa a vacinar em janeiro, diz Paes

Prefeito eleito evitou comentar sobre qual vacina a cidade deve usar

Pleno.News - 17/12/2020 14h28 | atualizado em 17/12/2020 14h48

Prefeito eleito Eduardo Paes quer começar vacinação no Rio de Janeiro logo em janeiro Foto: Divulgação/J.P. Engelbrecht/PMRJ

O prefeito eleito do Rio, Eduardo Paes (DEM), disse que, “se Deus quiser”, a cidade começa ainda em janeiro a vacinar sua população. Sem dar detalhes sobre qual seria a vacina usada – ele tem evitado comentar sobre a CoronaVac -, Paes afirmou que deve anunciar na semana que vem um plano mais detalhado de combate à Covid-19 na capital que tem a maior taxa de letalidade pela doença.

Apesar de citar janeiro, Paes disse em uma “live” no Instagram que tem expectativa para a definição do plano nacional de imunização. E o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, apontou ontem o mês de fevereiro como um possível início para a vacinação no País.

– Vamos priorizar o pessoal da Saúde, os servidores da Educação, para que a gente possa voltar a ter aula para as nossas crianças – comentou Paes.

O futuro prefeito manteve o discurso de que não acredita num lockdown a essa altura dos acontecimentos. A saída, segundo ele, é gerar consciência nas pessoas para que se isolem por contra própria.

– Acho que não tem mais espaço para isso (lockdown), mas as pessoas têm que ter compreensão. Pessoas mais velhas têm que fazer seu “autolockdown”, ficar em casa. Não dá para ficar sassaricando por aí – afirmou.

*Estadão

Leia também1 Profissional de saúde foi para UTI ao receber vacina da Pfizer
2 Saúde comprará 45 milhões de 'CoronaVacs' , diz governador
3 STF: Relator defende medida restritiva para obrigar vacinação
4 Veja a íntegra do plano nacional de vacinação contra a Covid-19
5 Termo será exigido somente em vacinas de uso emergencial

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.