Leia também:
X Glenn Greenwald chama Moro e Dallagnol de corruptos

SC: Deputada cria Projeto de Lei Infância sem Pornografia

Parlamentar quer impedir a degeneração dos "princípios cristãos"

Pedro Ramos - 03/09/2019 11h24 | atualizado em 03/09/2019 11h27

Ana Carolina Campagnolo Foto: Reprodução

A deputada estadual Ana Carolina Campagnolo (PSL-SC) apresentou um Projeto de Lei chamado Infância sem Pornografia em resposta ao termo “identidade de gênero” que foi colocado, mas já retirado, do Currículo Escolar de Santa Catarina. Ela afirmou que a educação, inspirada na ideologia de gênero, não deve acontecer.

– Nós tentamos coibir o uso de imagens obscenas e pornográficas entre os materiais didáticos, ambientes escolares e ambientes públicos – disse a parlamentar.

Campagnolo também afirmou que no projeto os profissionais de educação poderão “cooperar com a formação moral” dos alunos, desde que, previamente, apresentem às famílias o material pedagógico que será usado em sala de aula. Quando as escolas ensinarem conteúdos relacionados ao corpo humano, ele deverá ser ministrado “levando em consideração a idade pedagógica apropriada”.

De acordo com a parlamentar, o projeto é inspirado no trabalho realizado pelo Procurador da República, Guilherme Schelb, “visando coibir o uso do aparato do Estado por agentes do progressismo que, sob o manto protetivo das ‘finalidades educacionais’, encontram a justificativa legal para expor crianças e adolescentes a conteúdos imorais com o intuito de degenerar os princípios cristãos ensinados na maioria dos lares catarinenses”.

Leia também1 Bretas, juiz da Lava Jato, pede ajuda de Deus para o trabalho
2 MPF rejeita uso de mensagens vazadas em processo de Lula
3 Lei Ana Hickmann deve ser pautada no Senado Federal

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.