Leia também:
X Bolsonaro diz que vai mudar protocolo sobre cloroquina

Sambista é atropelado e tem morte registrada por Covid-19

Davi Corrêa testou negativo duas vezes para coronavírus

Gabriela Doria - 14/05/2020 16h00 | atualizado em 14/05/2020 16h09

Davi Corrêa foi um do maiores compositores de samba do Rio de Janeiro Foto: Divulgação

O sambista Davi Corrêa, de 82 anos, morto recentemente após ser atropelado, no Rio de Janeiro, teve a causa da morte registrada como Covid-19. O caso acende um alerta sobre o verdadeiro número de mortos pela doença.

Corrêa, que era da velha guarda da escola de samba Portela, foi atropelado ainda em meados de abril, no bairro de Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio. Ele foi socorrido e passou por cirurgia, retornando para casa após alguns dias.

No entanto, ele teve complicações e foi internado novamente, desta vez com problemas renais.

Já no hospital, ele realizou dois exames para detectar o novo coronavírus. Ambos deram negativo. Ainda assim a certidão de óbito apontou que a causa da morte foi por Covid-19.

O caso está em investigação.

Leia também1 Bolsonaro diz que vai mudar protocolo sobre cloroquina
2 Leite materno pode ser usado em tratamento contra Covid
3 Desamparados, trabalhadores apelam: #BrasilNaoPodeParar

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.