Leia também:
X Guedes: “Todo mundo achou que a doença tinha ido embora”

Roubo de doses da CoronaVac em SP foi planejado, diz polícia

Delegado responsável pela investigação apontou que ação foi rápida e que ladrão foi direto aos imunizantes

Paulo Moura - 25/03/2021 15h19 | atualizado em 25/03/2021 16h03

Doses da CoronaVac foram roubadas em São Paulo Foto: Divulgação

A Polícia Civil de São Paulo afirmou que o homem que roubou 98 doses da CoronaVac de dentro de um posto de saúde em São Paulo, na quarta-feira (24), planejou o crime. O ladrão entrou no posto da Vila Império, na Zona Sul, e, com uma arma na cintura, pediu que uma enfermeira entregasse os imunizantes.

De acordo com o delegado José Ademar de Souza, que investiga o caso, o homem que roubou os imunizantes executou a ação em apenas 2 minutos. Além disso, ele foi diretamente ao local onde estavam as vacinas e pegou apenas o medicamento antes de fugir.

– Não era um moleque, tinha de 30 a 40 anos. Ele passou pelo rapaz que mede a temperatura, entrou normalmente no posto. Foi cirúrgico. Diretamente onde estavam as vacinas. Mostrou a arma, pegou o medicamento e foi embora – disse.

Um outro roubo de vacinas contra Covid-19 foi registrado na última segunda-feira (22), em Natal, no Rio Grande do Norte, quando dois homens foram presos acusados roubar 20 doses da CoronaVac que seriam aplicadas em idosos de 75 anos ou mais na Unidade Básica de Saúde da Vila de Ponta Negra, Zona Sul de Natal.

Leia também1 Em férias, ministro Braga Netto tem mal súbito, mas passa bem
2 Após saída da Globo, Aguinaldo diz que "faltou consideração"
3 Governo irá distribuir alimentos a estados e municípios
4 Coppolla denuncia que pode ser "censurado, investigado e preso"
5 Guedes fala em criar fundo para robustecer programas sociais

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.