Leia também:
X No Rio, a PM deve fechar UPP na Cidade de Deus até julho

Rodoviários do Rio de Janeiro decidem não retomar greve

Categoria informou que também vai entrar na Justiça contra a dupla função

Henrique Gimenes - 12/06/2018 21h22 | atualizado em 12/06/2018 21h25

Rodoviários decidem que não irão retomar greve Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Os rodoviários do Rio de Janeiro decidiram, nesta terça-feira (12), que não irão retomar a greve iniciada na segunda-feira (11). Os ônibus deverão circular normalmente nesta quarta-feira (13). A categoria já havia decidido por uma suspensão de 24 horas após aceitarem uma proposta apresentada pelo prefeito Marcelo Crivella.

Os rodoviários ainda queriam a regulamentação de uma lei, já sancionada por Crivella, que acaba com a dupla função. No entanto, a Prefeitura informou que uma decisão da Justiça impede que a lei seja regulamentada. Com isso, os motoristas e cobradores pretendem acionar os mecanismos legais.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Urbano (Sintraturb), Sebastião José, o acordo prevê um reajuste de 7% dividido em duas vezes, os primeiros 3,5% em junho e os outros 3,5% em novembro. O presidente do Sintraturb disse ainda que a cesta básica terá um reajuste de 50%, passando de R$ 200 para R$ 300. Também será implementada a biometria nas empresas.

A categoria pedia reajuste salarial de 10%, além de plano de saúde, retorno da data base para 1º de março, vale-alimentação de R$ 409,50 e vale-refeição de R$ 480. Eles também querem o fim da dupla função e suspensão das multas e da pontuação com maior prazo para recursos, pagamento dos salários atrasados, 13° salário, férias, cesta básica e dissídios de 2017.

Leia também1 Prefeitura monta esquema de trânsito para jogo da Copa
2 Mulher é acusada de matar dois namorados envenenados

Siga-nos nas nossas redes!
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.