Leia também:
X Andrea Fassina, jornalista da TV Justiça, morre após infarto

RJ: Segurança assassinado em shopping deixa filhos e netos

Jorge Luiz Antunes levou um tiro durante roubo em shopping de luxo na Barra da Tijuca

Gabriel Mansur - 26/06/2022 12h43 | atualizado em 27/06/2022 11h26

Segurança Jorge Luiz Foto: Reprodução/Redes Sociais

Morto com um tiro no rosto durante o roubo no shopping VillageMall, na Barra da Tijuca, na noite deste sábado (25), o segurança Jorge Luiz Antunes, de 49 anos, deixou de ir ao aniversário do neto para ganhar R$ 180 no serviço. Ele estava cobrindo o plantão de um amigo e trabalhava como freelancer.

Sobrinha de Jorge, a podóloga Kênia Cristina Antunes Honório conta que seu tio era pai de quatro filhos e tinha quatro netos, dois meninos e duas meninas. Os familiares aguardam a liberação do corpo no Instituto Médico Legal (IML).

– Era aniversário de um dos netos, ele não foi para cobrir um plantão e foi alvejado. Perdeu a vida por R$ 180. A diária do meu tio era R$ 180 e uma bolsa nesse shopping vale R$ 25 mil. Isso não pode ficar impune, mais um nome para estatísticas. Hoje, temos uma família desestruturada. Ele fazia de tudo pela família – desabafou a sobrinha.

Testemunhas relataram terem ouvido dezenas de tiros, correria e lojas fechadas durante a ação dos criminosos. Pelo menos 12 bandidos armados participaram do roubo. Além da morte de Jorge, um casal com filho e uma funcionária foram usados como reféns.

– Foi uma covardia. Deram um tiro no rosto dele, que colocou as mãos na frente para se defender. Ele era o cabeça da família. Minha tia trabalhava como auxiliar de serviços gerais e perdeu o emprego há um mês. Eles iam começar uma obra de reforma na casa deles. O material está comprado e o pedreiro iria lá hoje. O trabalho no shopping era o ganha pão dele – completou a sobrinha.

Em nota, o shopping VillageMall informou lamentar profundamente “a perda da vida de um colaborador na noite de sábado – resultado de um assalto a uma de nossas lojas”.

– Estamos colaborando com as autoridades e confiando que a polícia resolva esse triste acontecimento – disse o estabelecimento.

Leia também1 Procurador ficou sete meses afastado antes de agredir chefe
2 Homem é suspeito de matar pais de ex-namorado por ciúme
3 Cantora de 21 anos é assassinada por marido de 79, no México
4 Duas professoras são presas por pichação antiBolsonaro em MG
5 Empregado recebe R$ 1,6 milhão de empresa por engano e foge

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.