Leia também:
X Prefeito no Ceará pratica abusos sexuais há décadas

RJ proibirá serviços de órgãos públicos em eventos privados

"É uma medida de respeito com o recurso do cidadão", afirmou o presidente da Riotur

Jade Nunes - 15/07/2019 09h05

Prefeitura do Rio de Janeiro Foto: Reprodução

Ainda esta semana, a Prefeitura do Rio de Janeiro deve publicar um decreto que proíbe órgãos públicos de trabalharem em eventos privados com venda de ingressos.

– É uma medida de respeito com o recurso do cidadão no qual entendemos que o recurso público é para eventos que não têm cobrança de ingressos. Então, é uma atitude bem tomada para que possamos economizar e destinar esse recurso a outras prioridades de eventos na cidade – afirmou o presidente da Riotur, Marcelo Alves.

Serviços como limpeza, parte da segurança, com a Guarda Municipal; iluminação, com a Rio Luz, e atendimento médico, com pessoal da Secretaria Municipal de Saúde, costumam ser responsabilidade da prefeitura.

– Há um investimento da prefeitura, como um todo, de R$ 100 milhões. Só a Riotur, no desfile das escolas de samba, investe R$ 12 milhões. Então esse recurso, evidentemente, será destinado a outras áreas de eventos da cidade, para que a gente possa incrementar – completou.

Leia também1 Prefeito no Ceará pratica abusos sexuais há décadas
2 Padre Marcelo Rossi é jogado de palco durante evento
3 Família é encontrada morta em apartamento em São Paulo

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.