RJ: Prefeitura oferece de graça mais de mil vagas em cursos

Oportunidade é voltada para estudantes dos Ensinos Fundamental e Médio

Pleno.News - 04/04/2018 15h53

Nave do Conhecimento será um dos locais das aulas Foto: Divulgação

A Prefeitura da cidade do Rio de Janeiro oferece 1.200 vagas para cursos gratuitos preparatórios de Ensino Médio Técnico e de Pré-Vestibular. As inscrições são feitas apenas pela internet e vão até o próximo domingo (8). O formulário está disponível no site https://educafrorio.org/home/eventos/.

O processo seletivo para os inscritos será de 9 a 12 de abril e contará com entrevista social e redação, sendo que o resultado será divulgado no dia 13. Os contemplados devem fazer a matrícula em 16 de abril, primeiro dia de aula dos cursos que vão até novembro.

As aulas acontecerão em 16 polos instalados em diversos bairros do município e terão duração de três horas diárias de segunda à sexta-feira. Além de alunos que estão concluindo o 9ª ano do Ensino Fundamental ou o 3º ano do Ensino Médio, o projeto é extensivo para quem já terminou os dois segmentos, não existindo limite de idade para quem queira participar.

As vagas disponibilizadas foram distribuídas nos bairros e comunidades do Jacarezinho, Maré, Cidade de Deus, Rocinha, Complexo do Lins, Honório Gurgel, Realengo, Madureira, Tijuca, Santa Cruz, Vila Cruzeiro, Complexo do Alemão, Triagem e São Cristóvão. São espaços como escolas municipais, parques, Naves do Conhecimento, o Centro de Tradições Nordestinas Luiz Gonzaga e a Universidade Castelo Branco.

A ação marca o lançamento do projeto Rio + Prepara Carioca, desdobramento do programa Roda de Conversa Afrodescendente, que foi implantado em fevereiro para divulgar serviços, estimular a integração por meio de atividades socioculturais e esportivas, e ainda difundir políticas públicas voltadas ao resgate social e profissional.

O prefeito do Rio, Marcelo Crivella, destacou que o projeto é exemplo de compromisso do poder público municipal em dar oportunidades de formação aos jovens cariocas.

– É também uma forma de levarmos a profissionalização para as famílias. Sem dúvida, mais um caminho para a construção de uma cidade mais humana, cidadã, participativa e justa – destacou Crivella.

LEIA TAMBÉM+ Morre o 32º policial militar no Rio de Janeiro, em 2018
+ Carro capota na saída do túnel no Centro do Rio de Janeiro
+ Forte chuva provoca pontos de alagamento no Rio de Janeiro