Leia também:
X Fachin: Pressão de militares ao STF é ‘intolerável e inaceitável’

RJ investiga se mais de 40 presos foram soltos com alvará falso

Decisão foi tomada após dois detentos deixarem presídios do estado com documentos falsificados

Paulo Moura - 16/02/2021 08h27 | atualizado em 16/02/2021 11h35

Presos foram soltos com uso de alvará falso Foto: Reprodução/TV Globo

Após dois presos do Rio de Janeiro deixarem a cadeia com alvarás de soltura falsos, a Secretaria de Administração Penitenciária do estado (Seap) iniciou um mutirão para revisar todos os alvarás de soltura cumpridos desde setembro do ano passado.

Segundo informações divulgadas pelo Fantástico, da TV Globo, ao menos 43 casos começaram a ser investigados na última semana. Um dos alvarás suspeitos de falsificação é o de Gilmara Monique Amorim, condenada a mais de 18 anos de prisão por sequestro e assalto a banco.

Gilmara cumpria pena em um presídio em Niterói, na Região Metropolitana do Rio, e saiu pela porta da frente, em novembro do ano passado, graças ao alvará de soltura falso. A investigação dos alvarás começou depois que um desembargador desconfiou da forma como foram liberados dois detentos do estado.

Nos documentos falsificados constavam dados errados, como número do processo que era o mesmo número usado para outros dois presos. Além disso, a assinatura digital no documento era de um policial civil que não existe. O número do alvará de soltura também foi inventado, e o endereço para checagem do documento na internet não confere com o oficial.

Além de todos os dados incorretos, o material foi enviado por um oficial de Justiça chamado José Pacassi, que não existe. Ele usou um e-mail particular, contrariando as normas do Conselho Nacional de Justiça para o envio de alvarás de soltura.

Leia também1 NY: Manifestação do Black Lives Matter termina com 11 presos
2 Exclusivo: Esposa de Eustáquio revela drama vivido pela família
3 Juíza quer, em 5 dias, relatório da tornozeleira de Flordelis
4 Deputado aciona a PGR contra 'motel para presos' no Maranhão
5 Sikêra Jr: 'Tem que vacinar primeiro os presos por quê?'

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.