Leia também:
X Testemunha de Dirceu na Lava Jato fará propaganda para o TSE

RJ: Horas antes de ser morto, PM postou frase premonitória

Cristiano Valverde foi assassinado por guarda municipal durante briga

Gabriela Doria - 09/08/2021 14h41 | atualizado em 09/08/2021 16h02

Policial militar Cristiano Loiola Valverde foi morto por guarda municipal Foto: Reprodução

O policial militar Cristiano Loiola Valverde, de 39 anos, morto no domingo (8) por um guarda municipal, em Nilópolis, na Baixada Fluminense, publicou uma mensagem “premonitória” em seu Instagram momentos antes de ser assassinado. Cristiano se envolveu em uma briga com Max Aurélio Ferreira. O agente municipal sacou a arma e disparou pelo menos 20 vezes contra a vítima.

Em sua última publicação nas redes sociais, Cristiano falou sobre a efemeridade da vida.

– Valorize seu pai, sua mãe, sua família e seus amigos… Valorize os que estão ao seu lado. A vida não avisa quando acaba – escreveu o PM.

Cristiano foi morto na noite do Dia dos Pais. Ele deixa uma filha de 15 anos.

ASSASSINATO COVARDE
Cristiano Loiola foi morto a tiros enquanto estava de folga, no domingo (8). O assassino é o guarda municipal Max Aurélio Ferreira. Os dois se envolveram em uma briga, e, durante a discussão, Max Aurélio efetuou pelo menos 20 disparos em direção ao PM. Ele morreu no local.

Max Aurélio foi detido por testemunhas e levado para a delegacia por um outro policial de folga.

Leia também1 Vídeo: Homem precisa tirar a roupa para provar que não furtou mercado
2 Sargento é morto após pedir a grupo para abaixar som do carro
3 Homem é morto a facadas em briga familiar em Belo Horizonte
4 Mulher transexual é assassinada a tiros no velório do marido
5 Morto há 2 anos, Caio Junqueira vence processo contra a Record

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.