Leia também:
X Modelo conhecida como ‘Barbie do crime’ se entrega à polícia

RJ: Ex-secretário vira réu por improbidade administrativa

Decisão foi tomada com base na ação movida pelo Ministério Público

Ana Luiza Menezes - 25/02/2021 19h51 | atualizado em 25/02/2021 19h52

Ex-secretário de Saúde do RJ, Edmar Santos Foto: Governo do Estado do Rio de Janeiro/Eliane Carvalho

O ex-secretário estadual de Saúde do Rio de Janeiro, Edmar Santos, virou réu no processo que o acusa de fraudes na compra de mil respiradores para o tratamento de pacientes com Covid-19. A decisão foi tomada pela juíza Georgia Vasconcellos da Cruz, da 2ª Vara da Fazenda Pública, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, com base na ação civil pública movida pelo Ministério Público (MP).

– Recebo a inicial em relação ao réu Edmar Santos e também determino a sua citação – destacou a magistrada.

O MP concluiu que houve improbidade administrativa na compra de respiradores no início da pandemia do novo coronavírus. Na mesma ação, já eram réus outras 12 pessoas físicas e jurídicas, incluindo Gabriell Neves, ex-subsecretário Executivo de Saúde do Rio, e as cinco empresas que venderam os respiradores para o estado.

Leia também1 RJ: Wilson Witzel vira réu por corrupção e lavagem de dinheiro
2 Fernando Ferry, ex-secretário de Saúde do RJ, é alvo de operação
3 Witzel: Mandetta é citado em depoimento sobre impeachment
4 PGR denuncia Witzel, Everaldo e mais 11 por corrupção e lavagem
5 Em meio a impeachment, Witzel se batiza em igreja evangélica

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.