Leia também:
X Mulher de Guimarães: “Objetivo é destruir a nossa família”

Rio: Polícia identifica segundo suspeito de assalto a joalheria

Luan Felipe Costa Ferreira, de 31 anos, é o segundo acusado pela polícia

Pleno.News - 04/07/2022 21h22 | atualizado em 05/07/2022 10h18

RJ: Segurança morre durante tiroteio em shopping de luxo Foto: Reprodução/Print de vídeo publicado nas redes sociais

A Polícia Civil do Rio de Janeiro identificou mais um suspeito de participar do assalto a uma joalheria em um shopping de luxo da Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro. O crime ocorreu no dia 25 de junho. Na ocasião, um segurança foi morto com um tiro no rosto.

Luan Felipe Costa Ferreira, de 31 anos, é o segundo acusado pela polícia. Assim como o primeiro – Rodolfo Nascimento Silva, conhecido como Mãozinha, de 29 anos -, Ferreira também é do Pará e já estava foragido da Justiça mesmo antes do assalto. Ele foi condenado por extorsão e tem uma ordem de prisão contra si em vigor desde 9 de março.

Ferreira foi identificado a partir de imagens das câmeras de segurança – segundo a polícia, ele é um dos quatro criminosos que entraram na joalheria, enquanto a maioria do bando ficou fora, dando cobertura.

A investigação indica que pelo menos 12 criminosos participaram do assalto à Sara Joias, no shopping VillageMall. Após recolher joias e relógios, durante a fuga, o grupo atirou na cabeça do segurança Jorge Luiz Antunes, de 49 anos, que morreu na hora.

Tanto Ferreira como Silva estão foragidos. Os demais participantes ainda não foram identificados.

*AE

Leia também1 Chuvas deixam mais de 56 mil desabrigados em Alagoas
2 Ao menos 20 estados reduziram ICMS sobre combustíveis
3 Bolsonaro critica governadores do Nordeste: “Descumprem leis”
4 Maluf é condenado a pagar R$ 2,8 milhões por improbidade
5 Defensoria e MP pedem R$ 50 milhões à União após mortes

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.