Leia também:
X PF resgata trabalhadores em condições análogas à escravidão

Rio: Polícia combate milícia que explora imóveis na Muzema

Dois prédios irregulares desabaram na comunidade, em 2019

Monique Mello - 10/05/2021 17h25

Dois edifícios irregulares desabaram na comunidade da Muzema, em 2019 Foto: Reprodução

Policiais civis cumpriram nesta segunda-feira (10) oito mandados de busca e apreensão contra suspeitos de integrar um grupo criminoso que atua na comunidade da Muzema, Zona Oeste do Rio de Janeiro. A operação Caixa de Areia tem como alvos empresas e pessoas suspeitas de envolvimento com a exploração ilegal de imóveis na região.

De acordo com a Polícia Civil, pessoas envolvidas com a venda de imóveis construídos irregularmente movimentaram, nos últimos seis meses, recursos incompatíveis com a capacidade financeira declarada. A Justiça determinou o bloqueio de R$ 12,4 milhões em bens. Os mandados foram expedidos pela 1ª Vara Criminal Especializada.

Esses “empresários” teriam feito depósitos em dinheiro vivo em contas bancárias e investido em empresas de fachada.

A comunidade da Muzema é controlada por uma milícia que atua no loteamento de terrenos e construção de prédios ilegais. Em abril de 2019, dois edifícios irregulares desabaram na favela, matando 24 pessoas. De acordo com a Prefeitura do Rio, os imóveis eram construções irregulares e chegaram a ser interditados duas vezes.

 

Leia também1 Bolsonaro quer isentar motos de pedágio: 'Já acertei com Tarcísio'
2 Doria acusa governo federal de "tornar tudo mais difícil"
3 'Brasil virou cemitério, e isso não ficará impune', diz Renan
4 'Não existe orçamento secreto no governo Bolsonaro', diz Eduardo
5 8 em cada 10 famílias de SP têm dívidas com cartão de crédito

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.