Leia também:
X Pacheco rebate ministra da mulher após fala sobre aborto

Réveillon: Bala perdida perfura parede e atinge pudim no RJ

"O pudim foi ferido e acabou morrendo" brincou Thais, que festejava o Ano-Novo com familiares

Marcos Melo - 04/01/2023 15h44 | atualizado em 04/01/2023 16h13

Projétil atinge pudim no Réveillon Foto: Arquivo Pessoal

Uma ceia de Ano-Novo em família foi interrompida com uma bala perdida no pudim. O caso ocorreu em Itaboraí, Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

Thais Sampaio, secretária, de 27 anos, alugou um sítio com os familiares para festejar a chegada de mais um ano. Um pudim de leite condensado foi preparado para a sobremesa. Quando o relógio marcou meia-noite, em meio a morteiros, fogos e clarões, um projétil de pistola furou a parede, passou bem próximo ao filho de Thais, Pedro, de 3 anos, e atravessou o doce colocado à mesa.

– Graças a Deus não aconteceu nada, a bala caiu na mesa. Foi meu marido que viu e disse: “Thais, isso é tiro”. A gente até ouviu o estrondo, a gente olhou para o lado e viu que o pudim estava deformado, tinha pudim para todo lado – relatou.

Pudim atingido por tiro Foto: Arquivo Pessoal

Quando o momento de aflição foi superado, a família entrou no clima da brincadeira e com muito bom humor está lidando com o episódio.

– O pudim foi ferido e acabou morrendo! – brincou a secretária.

A sobremesa foi devorada e a cápsula foi guardada como recordação do caso inusitado.

– Absurdo, bandidos darem tiro para o alto, óbvio que vai cair em algum lugar e corre o risco de acertar alguém – criticou Davison Fagundes, presente na festa.

Leia também1 Milagre! Blusa salva menina de 11 anos vítima de bala perdida
2 Bebê de nove meses morre a tiro durante combate entre facções
3 Criança de 4 anos é atingida por bala perdida no Rio de Janeiro
4 "Mamãe, fica comigo", pediu menino baleado antes de morrer
5 RJ: Menina é baleada enquanto brincava de patins em praça

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.