Leia também:
X Doria convida Frota e Tabata Amaral para integrarem PSDB

“Recomeçar é desumano”, diz namorada de Rafael Miguel

Isabela Tibcherani desabafou nas redes sociais e pediu que a justiça seja feita

Rafael Ramos - 15/08/2019 10h30 | atualizado em 15/08/2019 11h46

Dois meses depois do assassinato do namorado Rafael Miguel, que foi morto a tiros juntamente com os pais, Isabela Tibcherani desabafou pedindo por justiça. O pai da jovem, Paulo Cupertino Matias, continua foragido após executar as três vítimas.

Através dos Stories, ela disse que está passando por um complicado processo de luto e que tem se esforçado para continuar vivendo. Isabela lamentou estar a cada dia mais confusa e com a mente repleta de oscilações constantes.

– Tem dias em que me vejo a fim de fazer algo bom por mim, me permitir sorrir e procurar me sentir bem, mas me dou conta de que, na realidade, dentro de mim é totalmente o oposto. Quanto mais eu tento ficar bem externamente, mais me machuco internamente. Ter que recomeçar do zero, contra a minha vontade, é desumano. Eu tinha minha vida planejada e, de repente, tudo se desfez.

Isabela contou que está passando por uma certa perda de identidade. Sem o namorado, ela disse que perdeu parte de sua essência e que vem tentando se reencontrar.

– Me refazer mediante ao sofrimento é algo que eu não queria. É basicamente lidar com o fato de, finalmente, passar a se enxergar como ser humano, conhecer alguém que te ilumina e te faz querer viver e ter isso tudo arrancado de você da maneira mais destrutiva. Sem contar a faltar de respostas, a impunidade. O desejo iminente por justiça me consome.

Leia também1 "A gente vai voltando a viver", diz irmã de Rafael Miguel
2 Isabela Tibcherani se revolta por assassino não estar preso
3 Namorada de Rafael: "Ele disse que tomaria um tiro por mim"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.