Leia também:
X Antes de DJ Ivis, Pamella quase foi atropelada por ex-namorado

Prioridade para o governo, BR-319 tem avanço em recuperação

DNIT abriu licitação para execução de projeto, para recuperação de áreas degradadas da rodovia

Paulo Moura - 23/07/2021 15h30 | atualizado em 23/07/2021 16h52

BR-319 é considerada uma das prioridades do governo Foto: DNIT

Considerada uma das prioridades do governo por ser a única ligação rodoviária entre parte da Região Norte e o restante do Brasil, a BR-319 entrou em uma nova fase do planejamento de sua recuperação.

Na quarta-feira (21), o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) abriu licitação para execução do Projeto de Recuperação de Áreas Degradadas da rodovia.

A medida atende às exigências do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) para recuperação dos pontos impactados pelas obras de melhorias na rodovia e para restabelecimento do ecossistema. De acordo com o DNIT, a medida reforça “o propósito de manter a BR-319 como modelo de preservação ambiental”.

Entre as ações que devem ser executadas no plano de recuperação estão o plantio de mais de 120 mil mudas, hidrossemeadura em mais de um milhão de metros quadrados, além de construção de diques para controle erosivo em mais de mil metros quadrados.

Para garantir que a BR-319 continue trafegável, o DNIT está trabalhando na manutenção e conservação da estrada e planeja ainda executar as obras de reconstrução e pavimentação do Trecho do Meio, entre o km 250 e o km 655,7, e do lote C (Lote Charlie), entre o km 198 e o km 250.

A autarquia já assinou contrato para a execução dos estudos ambientais necessários para obtenção da Licença de Instalação (LI) e da Autorização de Supressão de Vegetação (ASV), requeridas no processo de licenciamento ambiental para as obras no Trecho do Meio, ponto mais crítico da rodovia federal.

Atualmente, os projetos de engenharia para o segmento já estão em fase de elaboração, os lotes estão em andamento, e a expectativa é de que a obra de um deles comece em 2022. No lote Charlie, a Autarquia deve iniciar os trabalhos de drenagem ainda este mês; e, após o período de chuvas, as equipes do departamento devem iniciar os serviços de terraplenagem.

Leia também1 Judoca argelino se recusa a lutar com israelense e deixa Tóquio
2 Silvio Santos volta a gravar após quase 2 anos afastado do SBT
3 Bolsonaro sobre voto auditável: 'Se botar em votação, não passa'
4 Joice defende marido: ‘É mais fácil eu dar uma sova nele’
5 Eleita pelo PT, vereadora presa por chacina toma posse no CE

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.