Leia também:
X Senador e ex-governador José Maranhão morre aos 87 anos

PRF faz apreensão de 29 toneladas de maconha, a maior da história da corporação

Corporação interceptou a carga após desconfiar do período entre o carregamento e a data do frete

Paulo Moura - 09/02/2021 08h13 | atualizado em 09/02/2021 09h06

Apreensão recorde de maconha aconteceu na cidade de Rio Brilhante Foto: Divulgação/PRF

Em mais uma operação histórica, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu, na manhã de segunda-feira (8), um carregamento de 29 toneladas de maconha que estava dentro de uma carreta, no km 295 da BR-267, próximo ao município de Rio Brilhante (MS), a 161 quilômetros da capital Campo Grande. Segundo a PRF, essa é a maior apreensão de maconha da história da corporação.

O inspetor da PRF em Mato Grosso do Sul, Waldir Brasil, afirmou que os policiais receberam informações de que, devido ao feriado de Carnaval, as demandas de grandes centros por drogas poderiam aumentar. Por isso, a corporação montou pontos estratégicos de abordagem para tentar interceptar alguns desses carregamentos.

Na manhã de segunda, os policiais de serviço abordaram um motorista que levava uma carga lícita de milho, tendo inclusive apresentado nota fiscal. Os agentes, porém, estranharam o fato de que o frete só foi feito cinco dias depois do carregamento, que aconteceu na última quarta-feira (3) e, por isso, decidiram vasculhar o veículo.

Dentro da carreta, estavam as mais de 29 toneladas de maconha, encobertas pela carga de milho. O caminhão, que possuía placas de Campo Grande, foi então levado para uma cerealista com estrutura para descarga e pesagem, então o milho foi retirado do caminhão, tornando possível a pesagem da maconha.

O motorista, de 40 anos, não possuía passagens na polícia. Aos policiais, ele disse que o destino das drogas seria a cidade de Itapetininga, em São Paulo, e que receberia o caminhão utilizado no transporte como pagamento pelo serviço. Ele foi preso em flagrante por tráfico de drogas. Tanto o homem, quanto a droga e a carreta foram encaminhados para a Polícia Federal em Dourados (MS).

Leia também1 Senador e ex-governador José Maranhão morre aos 87 anos
2 China: Atores devem seguir regras morais ou serão banidos
3 Defesa de Trump baseia-se na liberdade de expressão
4 Guedes diz não ser ele quem decide o valor do auxílio
5 Lira muda sala de imprensa para subsolo no prédio do Congresso

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.