Leia também:
X SP: Dividido entre cidades, shopping só abre pela metade

Por falta de pacientes, hospital de campanha será fechado

Unidade de saúde é gerenciada pelo Hospital Albert Einstein

Gabriela Doria - 22/06/2020 22h08 | atualizado em 22/06/2020 22h18

Hospital de Campanha do Pacaembu deve encerrar o atendimento até o fim deste mês Foto: Divulgação/Governo do Estado de SP

O hospital de campanha montado no estádio do Pacaembu, na capital paulista, deve encerrar os atendimentos até o fim deste mês. O motivo do fechamento é digno de se comemorar: a queda no número de pacientes tornou possível que as unidades de saúde tradicionais consigam dar conta dos infectados. A informação é de médicos que trabalham no local.

– Já fizeram uma reunião com todo mundo, inclusive, agradecendo o empenho de todos e avisando que devido à baixa ocupação, o contrato com a prefeitura não seria renovado – disse um profissional ao portal UOL.

Ainda segundo o médico, parte da equipe que atuava no local já foi transferida para outras unidades geridas pela organização social criada pelo Hospital Israelita Albert Einstein, que mantém o hospital.

– Eu fico até dia 30, que é o último dia previsto de funcionamento, e acho que depois tem um trabalho de desmonte antes de fechar – disse outro profissional.

Mesmo com a confirmação dos próprios funcionários, a Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo disse que o fechamento ainda não está certo. A pasta apenas informou em nota que o contrato com o Albert Einstein dura até o dia 6 de julho.

Leia também1 Fernando Ferry pede demissão da Saúde do governo Witzel
2 Militares fazem ação para proteger indígenas da Covid
3 Queda da Covid-19 faz Manaus voltar a usar covas individuais
4 Alesp aprova visita virtual religiosa para quem tem Covid
5 Queda da Covid faz hospital de campanha de Manaus fechar

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.