Leia também:
X “Russomano é amigo e estou pronto a ajudá-lo”, diz Bolsonaro

Policial federal morre após ser baleado durante treinamento

Corporação informou que está apurando as causas do ocorrido

Paulo Moura - 06/10/2020 10h07 | atualizado em 06/10/2020 10h08

Frederico Moreira de Oliveira foi atingido por um tiro supostamente acidental Foto: Polícia Federal

Um agente da Polícia Federal no Mato Grosso morreu na noite de segunda-feira (5) após ser atingido por um suposto tiro acidental em um treinamento no estande do Comando do 58° Batalhão de Infantaria Motorizado em Aragarças, no estado de Goiás. A corporação não informou quem atirou no agente.

A vítima, segundo a PF, foi Frederico Moreira de Oliveira, de 43 anos, era instrutor de tiro do Serviço de Armamento e Tiro da Polícia Federal (SAT/PF) e trabalhava em Barra do Garças, a 516 km de Cuiabá. O agente foi atingido por um tiro no tórax durante o treinamento da Polícia Federal de Mato Grosso.

A Polícia Federal ainda informou que o agente recebeu os primeiros-socorros de um policial federal socorrista, sendo encaminhado com urgência para o Hospital Getúlio Vargas em Aragarças (GO) e chegou a ser removido para o Hospital MedBarra em Barra do Garças, porém, morreu ainda no início da noite. Frederico era de Brasília (DF) e deixa esposa e três filhos. Em nota, a corporação informou que as circunstâncias do acidente estão sendo apuradas.

– A PF expressa condolências, solidariedade e apoio aos familiares, decretando o luto oficial de três dias na instituição a partir desta terça-feira (6) – declarou.

Em nota enviada à imprensa, o Comando do 58° Batalhão de Infantaria Motorizado informou que cedeu o estande de tiro do batalhão para a realização de uma instrução de nivelamento de técnicas da Polícia Federal.

– Nesse contexto, durante a execução da instrução, por volta das 17:50h, houve um acidente com arma de fogo, no qual um Instrutor da Polícia Federal foi atingido. Por fim, os demais esclarecimentos poderão ser prestados por parte da Delegacia de Polícia Federal de Barra do Garças – informou.

Leia também1 Carol Solberg será julgada nesta terça por fala contra Bolsonaro
2 "Russomano é amigo e estou pronto a ajudá-lo", diz Bolsonaro
3 Estudo do governo aponta que pobres pagarão menos imposto
4 Trump diz que pode estar imune à Covid e que vacinas virão logo
5 Rio: Operação contra milícia faz buscas na Câmara e Prefeitura

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.