Leia também:
X Aluna de autoescola é reprovada após derrubar muro

Polícia: Traficantes podem estar por trás do sumiço de crianças

Meninos foram vistos pela última vez no dia 27 de dezembro

Pleno.News - 14/01/2021 18h41 | atualizado em 15/01/2021 18h21

Três meninos desapareceram em Belford Roxo Foto: Arquivo Pessoal

A Polícia Civil do Rio de Janeiro informou que a principal linha de investigação sobre o desaparecimento de três meninos, em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, aponta para uma possível participação de traficantes. Os bandidos seriam do Morro do Castelar, que fica no mesmo município.

De acordo com o jornal Extra, o secretário de Polícia Civil, Allan Turnowski, disse que acontecimentos recentes levaram os agentes a acreditar no envolvimento de traficantes no caso. Turnowski considera que, após um homem ter sido torturado pelo tráfico para confessar o crime e a queima de um ônibus perto da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), há razões para desconfiar de integrantes do tráfico.

– Após a descoberta de que traficantes sequestraram um homem, amarraram[-no] e apresentaram[-no] às famílias dos garotos desaparecidos, como sendo [ele] o responsável pelo desaparecimento das crianças, assim como o fato de a manifestação de ontem (de terça-feira) com um ônibus queimado ter tido incitação de pessoas ligadas ao tráfico de drogas, a Polícia Civil colocou como principal linha de investigação a participação de traficantes no desaparecimento dos meninos – falou o secretário.

As crianças foram vistas pela última vez na quadra de futebol de um condomínio, no morro do Castelar.

Leia também1 Após morte de Maguito Vilela, pastor da Universal assume
2 Aluna de autoescola é reprovada após derrubar muro
3 Hospitais universitários serão usados para auxiliar Manaus
4 Covid-19: Estoque de oxigênio acaba em hospitais de Manaus
5 Militar da Marinha é morto em tentativa de assalto no Rio

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.