Leia também:
X Irmãs de 5 e 6 anos morrem abraçadas após casa pegar fogo

Polícia não encontra indícios de que Jairinho agredia Monique

Inquérito deve ser concluído ainda nesta semana

Pierre Borges - 19/04/2021 15h49 | atualizado em 19/04/2021 16h15

Defesa de Monique Medeiros insiste em pedir um novo depoimento Foto: Reprodução

Próximo de concluir o inquérito da morte do menino Henry Borel, a Polícia Civil do Rio de Janeiro (PC-RJ) não encontrou indícios de que Monique era agredida ou ameaçada pelo namorado, o vereador Dr. Jairinho.

Em entrevista à rádio CBN, o delegado-chefe do Departamento de Polícia da Capital, Antenor Lopes, afirmou nesta segunda-feira (19) que o inquérito deve ser fechado esta semana, independente de um novo depoimento de Monique Medeiros.

– A defesa fez essa solicitação [por um novo depoimento] agora. Houve uma mudança de advogados e uma mudança de estratégia. Eles provavelmente estão vindo com a tese de que Monique vinha sendo intimidada. Até o presente momento, não encontramos nenhum indício [de] que ela estivesse sendo ameaçada pelo companheiro – disse o delegado, que afirmou também que a versão de Monique até o momento era para proteger o Jairinho.

Antenor disse que ainda não sabe se a polícia ouvirá de novo a mãe de Henry antes da conclusão do inquérito e que esta decisão será tomada até esta terça (20) pelo delegado Henrique Damasceno, titular da 16ª DP. Entretanto, disse que a babá precisou ser ouvida de novo por estar sendo manipulada a dar falso testemunho, ao contrário de Monique.

– Nos mandados de apreensão dos telefones celulares, encontramos mensagens angustiadas da babá que mostravam que o menino foi levado para o quarto no dia 12 de fevereiro. Estava havendo claramente uma manipulação para que a testemunha mentisse. Nesse caso, era indispensável que a testemunha fosse ouvida novamente, porque a própria estava cometendo um crime de falso testemunho. Ela pôde se reparar, e assim foi feito. É bem diferente da situação da Monique – explicou Antenor.

Leia também1 Roberto Carlos faz 80 anos e recebe homenagens na web
2 Irmãs de 5 e 6 anos morrem abraçadas após casa pegar fogo
3 EUA fala em 'consequências' se opositor russo morrer na prisão
4 Web se une e denuncia Renan Calheiros na CPI como "suspeito"
5 República Dominicana discute referendo para legalizar aborto

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.