Leia também:
X “Povo armado jamais será escravizado”, afirma Bolsonaro

Polícia investigará vazamento de gás lacrimogêneo em escola

Caso aconteceu em Belo Horizonte

Pleno.News - 09/08/2022 21h44 | atualizado em 10/08/2022 11h57

Alunos são atingidos por gás lacrimogêneo após vazamento em escola Foto: Reprodução/TV Globo

A Polícia Militar abriu inquérito para investigar as causas de um vazamento de gás lacrimogêneo que atingiu alunos do Colégio Tiradentes, no Bairro Prado, região oeste de Belo Horizonte, Minas Gerais.

Houve pânico na escola, que teve as aulas suspensas, e cerca de 30 estudantes precisaram ser levados ao hospital por apresentarem ânsia de vômito, dificuldade de respiração e crise de ansiedade. A principal suspeita da corporação é de que o gás tenha escapado durante um treinamento realizado na Academia de Polícia, que fica no mesmo quarteirão do colégio, que também é administrado pela PM.

O inquérito vai apurar se houve falhas no protocolo durante as atividades da academia. A major Layla Brunnela, da assessoria de imprensa, já adiantou aos jornalistas que a substância teria sido levada pelo vento após um instrutor utilizar o dispositivo de gás lacrimogêneo dentro de uma barraca.

No último domingo (7), um soldado teve ferimentos na mão após uma granada explodir durante um treinamento no mesmo local. Um outro inquérito foi aberto para investigar o incidente.

*AE

Leia também1 Marido de apresentadora morta em acidente: "Dor imensurável"
2 Mulher denuncia abuso sexual após cirurgia em hospital de BH
3 Rio terá dia para celebrar fim das restrições contra Covid
4 Homem apontado como chefe de milícia no Rio é morto pela PC
5 Mulher é presa suspeita de agredir filho com frigideira

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.