Polícia: Ex-jogador de futebol esquarteja irmã por herança

Polícia Civil acredita que disputa por imóvel motivou o crime

Pleno.News - 27/03/2019 13h56

Luís Antônio Medeiros tem 45 anos e está foragido Foto: Divulgação

A Polícia Civil concluiu que o ex-jogador de futebol Luis Antônio de Medeiros Senna, de 45 anos, esfaqueou e esquartejou a irmã por causa de uma herança de família. Segundo investigadores, Senna teria desmembrado o corpo da designer Samura Sento Sé Braz, de 34 anos, dentro do box do banheiro de casa, depois de matá-la com 30 facadas.

O crime aconteceu no bairro Jardim Carioca, na Ilha do Governador, Zona Norte do Rio de Janeiro.

Ainda de acordo com a polícia, o ex-atleta disputava com a irmã um imóvel que a mãe adotiva deles deixou para Samura. A briga começou após a morte da matriarca, em agosto de 2014.

Perícia constatou que crime ocorreu na casa da irmã do ex-atleta Foto: Divulgação

Luís Antônio já teve a prisão preventiva decretada, mas é considerado foragido. Segundo dados bancários, ele realizou um empréstimo de R$ 11 mil para fugir da cidade.

O ex-atleta teve passagens por times como Bangu e Portuguesa durante os anos de 1990.

LEIA TAMBÉM+ Pedófilo que se dizia da igreja é condenado por estupro
+ Cantora Sophia Vitória e família sofrem assalto no Rio
+ Trem avançou sinal vermelho antes de acidente no RJ


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo