Leia também:
X Governo deve criar cadastro nacional de estupradores

Polícia e MP fazem buscas em endereços do prefeito Crivella

Um dos itens apreendidos foi o celular pessoal do prefeito

Gabriela Doria - 10/09/2020 08h19 | atualizado em 10/09/2020 08h23

Prefeito do Rio, Marcelo Crivella Foto: Reprodução

A Polícia Civil do Rio de Janeiro e o Ministério Público Estadual (MPRJ) cumprem 22 mandados de busca e apreensão, na manhã desta quinta-feira (10), em endereços ligados ao prefeito Marcelo Crivella. A força-tarefa apura, em investigação sigilosa, um possível esquema de corrupção em contratos da prefeitura com empresas privadas.

Um dos itens apreendidos foi o celular de Crivella.

Entre os alvos do mandado estão a casa do prefeito, na Barra da Tijuca, o Palácio da Cidade, em Botafogo, onde Crivella costuma despachar, e a sede administrativa da prefeitura, na Cidade Nova, Região Central do Rio.

Outras equipes estiveram em endereços em Jacarepaguá, no Flamengo, na Tijuca, em Itaipava, na Região Serrana, e em Nilópolis, na Baixada Fluminense.

Autoridades também investigam o ex-senador Eduardo Lopes e o ex-tesoureiro de campanha de Marcelo Crivella, Mauro Macedo. O empresário Rafael Alves é outro alvo.

A operação envolve diferentes departamentos da polícia, entre elas a Coordenadoria de Investigação de Agentes com Foro da Polícia Civil, que foi à casa de Crivella, e o Departamento Geral de Combate à Corrupção e ao Crime, ao Crime Organizado e à Lavagem de Dinheiro, que esteve na sede administrativa da prefeitura.

Esta ação é um desdobramento da Operação Hades, deflagrada em março, que investiga uma organização criminosa que criou uma espécie de “balcão de negócios” para contratos da Prefeitura do Rio.

Leia também1 Toffoli nega recurso de Witzel para reassumir Governo do RJ
2 STF envia à PGR prorrogação de inquérito contra Bolsonaro
3 De surpresa, Bolsonaro vai ao STF em despedida de Toffoli
4 Indicado por Dilma, Luiz Fux tem trajetória polêmica no STF
5 Governo zera imposto para importação de arroz

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.