Leia também:
X Para relator, há 4 motivos para a cassação de Flordelis

Polícia de SP encontra crânio em bagagem de boliviano. Vídeo!

Estrangeiro vinha de ônibus do Mato Grosso do Sul com destino a SP

Gabriela Doria - 08/06/2021 14h59 | atualizado em 08/06/2021 15h25

Polícia Civil de SP encontrou crânio na bagagem de um boliviano Foto: Reprodução

A Polícia Civil de São Paulo encontrou uma cabeça humana na bagagem levada por um boliviano durante uma viagem de ônibus pelo interior do estado. O estrangeiro foi levado até uma delegacia para prestar esclarecimentos.

A apreensão foi feita durante uma fiscalização da Polícia Rodoviária em Itu, no início da tarde desta segunda-feira (7).

O ônibus havia saído de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, e tinha como destino a capital paulistana.

Em depoimento, o boliviano alegou que o crânio pertencia ao seu irmão mais velho, que tinha morrido na Argentina. O corpo do homem foi cremado, mas, por questões culturais, ele trazia o crânio consigo.

https://twitter.com/MidiasSo/status/1402292819914526730

A cabeça passou por perícia e, mesmo após a explicação, a polícia decidiu indiciar o boliviano por “transporte ou recolhimento de partes de corpo humano sem saber a procedência”.

TRADIÇÃO
A Bolívia tem a cultura de celebrar, todo dia 8 de novembro, a Festividad de las Ñatitas. Nesta data, famílias prestam homenagens e agradecem a proteção que recebem de parentes já falecidos. Por isso, eles têm a tradição de expor seus crânios com flores, doces e outros adornos, além de cantar músicas e até realizar missas católicas.

Leia também1 Evangélica é impedida de seguir com adoção por causa de crença
2 Homem desenvolve bolhas por todo o corpo após contrair Covid
3 Mãe de Nego do Borel é indiciada por agredir criança de 8 anos
4 Em São Paulo, homem é preso após tentar roubar vacinas
5 Flordelis quer ajuda de detetive famoso da TV americana

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.