Leia também:
X Deputado lança pré-candidatura à Presidência neste sábado

Polícia Civil indicia homem que matou mãe de Delino Marçal

Matheus Macaubas Lima Santos foi responsabilizado pelos crimes de homicídio doloso, lesão corporal e desacato

Paulo Moura - 27/01/2022 15h23 | atualizado em 27/01/2022 16h11

Homem de 22 anos matou a pastora Odete, mãe do cantor Delino Marçal Foto: Reprodução/Instagram

A Polícia Civil de Goiás concluiu o inquérito sobre a morte da pastora Odete Rosalina Machado da Costa, de 79 anos, mãe do cantor Delino Marçal, e decidiu pelo indiciamento de Matheus Macaubas Lima Santos, de 22 anos, que assassinou a líder religiosa com golpes desferidos por ele com um objeto de metal, no dia 14 de janeiro, em Goiânia (GO).

No inquérito, que foi enviado ao Judiciário na última terça-feira (25), Matheus foi responsabilizado pelos crimes de homicídio doloso, lesão corporal e desacato. Ele foi preso, em flagrante, horas após o crime, e segue detido até o momento. O crime de desacato foi caracterizado por conta da postura do rapaz ao ser detido pela polícia, quando ele chegou a cuspir nos agentes.

Ao longo do inquérito, Matheus foi chamado pela polícia para prestar depoimento sobre o crime, mas ficou em silêncio. Já pessoas próximas a ele, como sua esposa e seu sogro, contaram à polícia que suspeitavam que Matheus tenha começado a usar drogas e que isso teria desencadeado toda a agressividade nele.

O CASO
A pastora Odete Rosalina da Costa, de 79 anos, mãe do cantor Delino Marçal, foi morta com golpes, executados com um objeto de metal, na frente de uma igreja em Goiânia, na manhã do dia 14 de janeiro. Após ser preso em flagrante, o homem teve a prisão convertida pela Justiça em preventiva.

Segundo a Polícia Civil, Odete foi morta por Matheus Macaubas Lima Santos, de 22 anos, que teria se envolvido em uma briga com uma pessoa dentro da Igreja Assembleia de Deus Ministério Primogênito, na região Noroeste de Goiânia. Na ocasião, de acordo com a corporação, o homem teria acertado a pastora com vários golpes, executados com um objeto de metal.

Ainda de acordo com a Polícia Civil goiana, após praticar o crime, o homem fugiu do local e começou a jogar pedras em ônibus que passavam pela região. Depois de ser acionada, a Polícia Militar foi ao local e realizou a prisão em flagrante do autor do crime, que foi encaminhado para a Central Geral de Flagrantes de Goiânia.

Além de Delino, Odete teve outros oito filhos. O cantor gospel foi vencedor do Grammy Latino em 2019, na categoria de Melhor Álbum de Música Cristã em Língua Portuguesa, com o CD Guarda Meu Coração. Cantor de Deus é Deus, Delino também é autor da música , famosa na voz de Midian Lima.

Leia também1 Juiz determina prisão preventiva de homem que matou mãe de Delino
2 Delino relembra morte da mãe: "Deus tem nos sustentado"
3 Mãe de Delino Marçal orou ao ver o homem transtornado
4 Mãe do cantor Delino Marçal, pastora Odete é sepultada
5 Michelle Bolsonaro lamenta morte da mãe de Delino Marçal

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.